Pesquisa divulgada pela plataforma CupomValido.com.br, que reuniu dados da CBF, Statistas e Ernst & Young sobre o esporte no Brasil, aponta que apesar dos melhores jogadores possuírem contratos milionários, 88% dos jogadores ganham salários de até R$ 5 mil.

O Brasil tem 7.020 clubes registrados, e 874 clubes profissionais ativos, sendo que a grande maioria está concentrado no Sudeste com 39% do total, sendo Minas Gerais o estado com a maior concentração de clubes. 

O Brasil possui mais de 360 mil atletas registrados, sendo que 25% são profissionais. Com relação aos salários, 55% dos atletas profissionais recebem aproximadamente um salário mínimo por mês. 33% do total dos atletas recebem entre R$1.001 e R$5.000. Somente 12% recebem salários acima de R$5.001.

Neymar é o jogador brasileiro mais bem pago (Lucas Figueiredo/CBF)Neymar é o jogador brasileiro mais bem pago (Lucas Figueiredo/CBF)

Direitos de imagem podem alcançar até 40% do salário

A análise foi considerada somente salários baseados na CLT, ou seja, não foi considerada os direitos de imagens, que podem alcançar até 40% do salário.

A região Sudeste é a que melhor paga os atletas, com uma média de R$15.000. 64% do montante total gasto com salários, estão concentrados nesta região. O Nordeste é a região que paga o menor salário, com uma média de R$1.000.

Futebol: 55% dos jogadores no Brasil ganham até um salário mínimo (Foto: Unplash)Futebol: 55% dos jogadores no Brasil ganham até um salário mínimo (Foto: Unplash)

Salários dos melhores jogadores

Neymar é o brasileiro com o maior salário, com R$ 405 milhões por ano. Ao considerar ganhos com publicidade e patrocínios, o valor sobe para R$501 milhões.

Ao comparar com o cenário mundial, o atleta brasileiro fica atrás somente do Cristiano Ronaldo com R$610 milhões, e do jogador mais bem pago do mundo, Lionel Messi com R$657 milhões.

Pesquisa: 55% dos jogadores do Brasil só ganham 1 salário mínimo - Imagem 3

Futebol movimenta R$ 52 bilhões

Só no Brasil, o futebol é um esporte que movimenta R$ 52 bilhões. A receita dos maiores clubes, crescem a cada ano com o aumento de publicidade e da popularidade do esporte. Quanto mais os clubes ganham em receita, maior é disponibilidade para oferecerem salários melhores. Consequentemente, como muitos times disputam os poucos jogadores mais visados, isso faz com que os salários destes poucos jogadores aumentem exponencialmente.

Segundo a pesquisa, no Brasil, 80% do valor total dos salários está concentrado em apenas 7% dos atletas.

(Fonte: CBF, Cupom Válido, Ernst&Young, Statista/ https://www.cupomvalido.com.br/ )