A passagem de Rafael Buzacarini pelas Olimpíadas de Tóquio durou pouco. Logo na estreia, o brasileiro, da categoria até 100kg, não conseguiu fazer frente ao belga Toma Nikiforov e se despediu dos Jogos Olímpicos de Tóquio nesta quinta-feira pela manhã no Japão. O judoca levou um wazari a 37 segundos do fim e acabou eliminado.

- Sabia que seria uma luta difícil. Já tinha enfrentado ele. Minha estratégia era deixar a luta seguir, deixar a luta ir longe, tinha recurso, estava bem preparado para ir longe. Até que ele estava cansando, senti ali, mas foi um único momento que acabei errando. Ele acertou um golpe e acabei caindo e tive que reabrir no final da luta, e acabei perdendo (...). Foram cinco anos treinando mesmo dentro da adversidade, treinando para chegar ao menos que fosse aos quatro minutos, dez minutos, e queria sair com a medalha.

2ª disputa do brasileiro

Esta foi a segunda disputa olímpica de Buzacarini, que fez sua sua estreia nos Jogos do Rio, em 2016. Na última edição, caiu nas oitavas de final. Desta vez, porém, o paulista não conseguiu passar da primeira luta. Nikiforov é o 16° do ranking mundial. O brasileiro aparece logo atrás, em 17°. Nikiforov agora enfrenta o português Jorge Fonseca, número 2 do mundo, em duelo das oitavas.

O brasileiro começou a luta buscando o combate. Com uma pegada forte, tentou agredir o rival. No entanto, levou um shido em punição por falta de combatividade a pouco mais de dois minutos do zerar do cronômetro. A 37 segundos do fim, porém, levou um wazari e acabou caindo.

Judoca Rafael Buzacarini está fora das Olimpíadas de Tóquio Foto: Reuters Judoca Rafael Buzacarini está fora das Olimpíadas de Tóquio Foto: Reuters