Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Reforços: São Paulo volta ao mercado para atender pedidos de Cuca

Sem dinheiro, Tricolor tenta empréstimos, trocas ou atletas de baixo investimento; fatia de possível transferência de Militão do Porto para o Real Madrid pode dar fôlego.

Reforços: São Paulo volta ao mercado para atender pedidos de Cuca
|
Compartilhe

A diretoria do São Paulo, mais uma vez, trabalha na remontagem do elenco. Agora, para atender ao perfil traçado por Cuca, contratado para ser o técnico da equipe a partir de 15 de abril. Só que, como já gastou cercar de R$ 45 milhões em reforços no começo da temporada e necessitou fazer um reajuste nas contas após a precoce eliminação na Libertadores, a estratégia mudou.

Sem dinheiro para investir alto em novas contratações, o São Paulo alterou o perfil de negócio que busca no mercado. Empréstimos, jogadores menos badalados e possíveis trocas estão em pauta.

A saída de Diego Souza para o Botafogo, por empréstimo, faz parte dessa nova realidade. Sem os altos salários do atacante, o clube tem mais fôlego na folha de pagamento.

Veja também

ver mais de "Cuca"

Leco e Raí no CT da Barra Funda — Foto: Maurício Rummens / Estadão Conteúdo


Nenê vive situação parecida, mas o clube, para liberar o meia, vê a necessidade de se reforçar antes. Até porque, se perder outro jogador desse porte sem contrapartida, pode ficar enfraquecido.

Há uma esperança, na tentativa de equilibrar as finanças, de que Éder Militão seja negociado pelo Porto com o Real Madrid. Se isso ocorrer, o Tricolor tem direito a 13,5% do valor – 10% que o time manteve do jogador mais 3,5% por ser clube formador. Cuca, seus auxiliares e a diretoria estão no mercado pesquisando oportunidades de negócio para reforçar o São Paulo dentro das necessidades apontadas pelo novo treinador.

Lateral-direito, volante e atacante que atue pelas pontas são as prioridades. O volante Tchê Tchê, do ucraniano Dínamo de Kiev, e o atacante Keno, do Pyramids, do Egito, foram sondados para empréstimos, mas os clubes não liberaram.

Técnico Cuca na apresentação no CT — Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net


A expectativa do São Paulo é terminar a remontagem do elenco até o Campeonato Brasileiro, mas a direção está ciente de que a finalização dessa estratégia pode ser com a competição em andamento.

Nesta temporada, o Tricolor contratou sete jogadores: Pablo, Hernanes, Tiago Volpi, Willian Farias, Biro Biro, Léo e Igor Vinicius.



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar