mais

"Sabemos o que fazer para calar a boca de muita gente", diz Réver

Sem vencer há quatro jogos, time passa por momento de maior oscilação no Brasileiro

"Sabemos o que fazer para calar a boca de muita gente", diz Réver
Réver, zagueiro do Atlético-MG | Bruno Cantini/Atlético-MG

Há pouco mais de um mês, o futebol apresentado pelo Atlético-MG de Sampaoli era de encher os olhos. O time que joga para frente, ofensivo, que marca muitos gols e domina os adversários era muito elogiado e considerada, à época, a equipe a ser batida no Campeonato Brasileiro. Mas, depois de uma sequência de resultados ruins e a perda da liderança após seis rodadas, o Galo vem recebendo críticas. Informações do site GloboEsportes.com

Réver, zagueiro do Atlético-MGRéver, zagueiro do Atlético-MG

Incomodado com a repercussão do momento complicado do Atlético, o zagueiro Réver rebateu as críticas e o termo "cavalo paraguaio", utilizado após a queda do time para a terceira posição na tabela.

- A gente escuta muita coisa. Quando você está vencendo, as mesmas pessoas que acabam falando esse tipo de coisa, você encontra essas pessoas em bastidores e elas falam: "Vocês são franco favoritos ao título, estão jogando o futebol mais bonito do país". Então, hoje é muito fácil falar que o Atlético é cavalo paraguaio. Hoje é fácil, o Atlético está na terceira posição, com um jogo a menos, a três pontos do líder, e o Atlético é cavalo paraguaio. E o que vai dizer de outras equipes que não vem desempenhando um grande futebol, não está na parte de cima da tabela?

"Então, isso é coisa de pessoa que vive disso, que precisa falar besteira para estar na mídia"

O zagueiro não especificou quem são os críticos do Atlético, destacou que os jogadores não devem levar para o aspecto pessoal, mas disse que o time vai "calar a boca de muita gente". A fase crítica do Atlético aumentou após a derrota por 3 a 0 para o Palmeiras na última rodada. São quatro jogos sem vencer.

- A gente não pode levar para o lado pessoal, porque a gente vai dar margem para o que a pessoa quer, que é aquele minuto de fama dela.

"A gente sabe o que fazer para calar a boca de muita gente. E o que depender de mim e dos meus companheiros, a gente vai fazer, porque o Atlético está acima de todos, principalmente desse tipo de pessoa"

Réver destacou ainda que o momento de oscilação do Atlético pode acabar no domingo, com uma vitória sobre o Flamengo, adversário direto na briga pela ponta da tabela.

- Hoje, o Atlético é um time que vem sendo questionado pelos seus resultados. Há duas, três semanas, era o time a ser batido na competição. Futebol é muito dinâmico, as oscilações acabam acontecendo. E hoje, a gente está sendo criticado pelos resultados, mas tudo pode mudar, quem sabe a partir de domingo, com uma vitória.

As duas equipes se enfrentam às 18h15, no Mineirão, pela 20ª rodada do Brasileirão. Se vencer, o Galo ultrapassa o Flamengo na tabela e pode até voltar a liderança em caso de derrota do Inter.


Tópicos

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail