Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Sané brilha e garante liderança do City

Os ingleses venceram por 2 a 1, com dois gols de Sané.

Compartilhe
Google Whatsapp

O Manchester City confirmou o primeiro lugar do Grupo F da Liga dos Campeões. Diante do já eliminado Hoffenheim, os ingleses venceram por 2 a 1, com dois gols de Sané. A segunda colocação da chave ficou com o Lyon, que ficou no 1 a 1 com o Shakhtar Donetsk, que vai jogar a Liga Europa.

O City terminou a fase de grupos com 13 pontos contra oito do Lyon. Já o Shakhtar ficou com seis. Na lanterna ficou o Hoffenheim, com apenas três.

A vitória dos alemães poderia garantir uma vaga na Liga Europa. Em campo, o Hoffenheim começou mais presente no campo de ataque na primeira metade da etapa inicial. Kramaric era um dos mais perigosos, assustando Ederson.

O atacante croata fez o brasileiro defender com a ponta dos dedos em finalização colocada.

No lance seguinte, contudo, o Hoffenheim foi recompensado. Laporte atropelou Hübner na área. Kamaric bateu o pênalti e fez 1 a 0. A resposta do City foi rápida, com Gabriel Jesus acertando a trave. Stones também teve a sua chance, mas Baumann mandou para escaneio.

Os ingleses melhoraram após levar o gol. O empate parecia questão de tempo. E quase veio com Joelinton, contra, mas a bola pegou no travessão. No apagar das luzes, veio a igualdade. Sané bateu falta com veneno e mandou na gaveta. Um lindo gol do alemão.

Parecia que o jogo era de vida e morte para o City no segundo tempo. A equipe de Manchester fez uma blitz e só não virou porque Baumann estava inspirado. Em um lance, o contragolpe inglês tinha três contra um, mas Bernardo Silva acabou chutando em cima do goleiro.

De tanto pressionar, o City virou, novamente com Sané. E mais uma vez em contra-ataque, Sterling deixou para o alemão, que fez o segundo. Foden também teve sua chance, mas parou em Baumann. Mas a melhor oportunidade de matar a partida saiu dos pés de Sterling, que recebeu cruzamento e, livre, mandou para fora, para desespero de Pep Guardiola.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se