O São Paulo enfrenta o Manaus, nesta quarta-feira, às 21h30, no estádio do Morumbi, em São Paulo, em jogo válido pela segunda fase da Copa do Brasil. Pelo regulamento da competição nacional, a única vantagem são-paulina neste jogo único, definida em um sorteio realizado pela CBF, é ter o mando de campo. Qualquer empate levará a decisão da vaga para a disputa por pênaltis.

A classificação nesta quarta-feira vale uma vaga na fase em que entrarão os noves clubes brasileiros envolvidos na Copa Libertadores - Palmeiras, Flamengo, Atlético-MG, Corinthians, Red Bull Bragantino, Fluminense, Fortaleza, América-MG e Athletico-PR -, o campeão da Série B do Campeonato Brasileiro (Botafogo) e os vencedores da Copa do Nordeste (Bahia) e da Copa Verde (Remo). Vale também mais dinheiro aos cofres - a premiação é de R$ 1,9 milhão.

Em campo, o técnico Rogério Ceni deverá escalar um São Paulo diferente do que venceu o Mirassol por 3 a 0, no último domingo, no interior paulista, pelo Estadual. A grande novidade deve ser a presença do atacante argentino Calleri, desfalque em Mirassol (SP) por sentir dores na panturrilha direita. Artilheiro do time nesta temporada com cinco gols, o jogador treinou normalmente nesta segunda e terça-feira e deverá estar entre os 11 iniciais.

Qualquer empate levará a decisão da vaga para a disputa por pênaltis. (Foto:São Paulo/Twitter)Qualquer empate levará a decisão da vaga para a disputa por pênaltis. (Foto:São Paulo/Twitter)

Além de Calleri, o zagueiro Diego Costa e o meia-atacante Alisson são outros jogadores que Ceni poderá aproveitar contra o Manaus. O defensor, que teve uma concussão no clássico contra o Palmeiras, na quinta-feira passada, pelo Campeonato Paulista, é o que tem mais chance de ser titular.

No Manaus, o técnico Evaristo Piza já admitiu que vai usar uma tática mais defensiva. mas que não abrirá mão de jogar. "Eu assisti cinco jogos do São Paulo. É um time propositivo, os adversários jogam de maneira reativa e o São Paulo tem dificuldades. Seria muita soberba e ousadia minha dizer que vou no Morumbi propor o jogo. Acredito que temos que jogar comprometidos na questão defensiva. Não abrir mão de jogar, ter estratégia, mas priorizar a parte defensiva. Uma marcação forte e uma saída rápida", afirmou.

Um dos destaques do time do Amazonas, que disputa a Série C do Brasileiro, é o meia-atacante Thiaguinho, cria da base do São Paulo. Ele foi o autor do gol da vitória por 1 a 0 sobre o São Raimundo, no clássico local pela primeira fase da Copa do Brasil.

Com informações Gazeta Esportiva