Apesar de ter conseguido trazer cinco reforços para esta temporada, o São Paulo segue de olho no mercado da bola em busca de 'oportunidades' para conseguir encorpar o elenco, já que o clube terá quatro competições durante 2022. 

Um dos setores que o Tricolor ainda busca reforços é a defesa. O técnico Rogério Ceni tem apenas cinco defensores no elenco: Miranda, Arboleda, Léo, Diego Costa e Walce. No entanto, o segundo sempre é convocado para a seleção equatoriana e acaba desfalcando o time, enquanto o último está voltando de lesão. 

O principal nome para reforçar a equipe neste momento é o de Willyan Rocha, de 27 anos, que está no Portimonense-POR. O jogador, inclusive, já atuou com alguns ex-jogadores do São Paulo, como Rodrigo Freitas, Junior Tavares e Lucas Fernandes e tem experiência como capitão na Europa. 

São Paulo segue de olho no mercado em busca de posições carentes no time - Imagem 1

Willyan Rocha é o alvo do São Paulo para o setor defensivo (Foto: Arquivo Pessoal)


O técnico Rogério Ceni falou sobre a necessidade de reforços pontuais para a sequência da temporada em entrevista coletiva antes do início do Paulistão. 

- Acho que os nomes que chegaram são todos bons jogadores. Nikão, Alisson, Jandrei, Patrick e Rafinha, que foi o primeiro a chegar, todos jogadores experimentados, que já demonstraram capacidade nos clubes onde jogaram. A gente se sente melhor, com mais opções que no ano passado. Em alguns setores ainda precisamos de reforços, esses jogadores que chegaram tinham contratos terminados ou prestes a chegar ao fim, porque a gente sabe que o clube atravessa grave crise financeira - afirmou o treinador. 

Sendo assim, o São Paulo continua atrás de reforços que estejam em fim de contrato ou sem clube, para não ter que abrir os cofres. O Tricolor tem mais dois meses para contratar, já que a janela fecha somente no dia 12 de abril.