O São Paulo entrará em campo nesta segunda-feira, às 19h, contra o Juventude, no Morumbi, com a missão de conquistar uma vitória que lhe proporcionará dois fatos a serem comemorados. O primeiro deles é que um triunfo garantirá a permanência do clube na elite nacional para 2022. E, se bater o time gaúcho, o Tricolor ainda manterá suas chances de poder conquistar uma vaga na fase preliminar da Copa Libertadores na rodada final do Campeonato Brasileiro.

O time são-paulino ocupa hoje o 14º lugar do torneio nacional, com 45 pontos, apenas dois à frente do Cuiabá, que encabeça a zona de rebaixamento, na 17ª colocação, e enfrentará o Fortaleza em outro jogo desta penúltima jornada da competição, às 20h desta segunda, na Arena Pantanal. Com os mesmos 43 pontos do clube do Mato Grosso, o Juventude é o 16º da tabela e tem a chance de ultrapassar a equipe de Rogério Ceni neste confronto direto contra a degola.

O Bahia, que superou o Fluminense por 2 a 0 na abertura desta 37ª rodada, também está com 43 pontos e figura na 15ª colocação. Assim, o São Paulo sabe que precisa vencer nesta segunda-feira para não enfrentar o América-MG na próxima quinta, às 21h30, no estádio Independência, em Belo Horizonte, ainda sob risco de ser rebaixado. O clube nunca caiu para a Série B em sua história.

Rogério Ceni e Luciano no treino de domingo: volta do jogador ainda é incerta (Foto: Felipe Espindola/saopaulofc.net)Rogério Ceni e Luciano no treino de domingo: volta do jogador ainda é incerta (Foto: Felipe Espindola/saopaulofc.net)

Vindo de uma derrota por 3 a 0 para o Grêmio, que no domingo ficou mais perto de ir para a segunda divisão ao empatar por 1 a 1 com o Corinthians, o Tricolor também dará nesta segunda-feira o seu adeus aos torcedores em um jogo neste ano no Morumbi

Atuando em sua casa desde a volta do público ao estádio após longo período de portões fechados por causa da pandemia da Covid-19, o time acumula três vitórias, três empates e uma derrota. E o Juventude só venceu por duas vezes como visitante até aqui neste Brasileirão.

Em meio a este panorama, o São Paulo quer fazer valer o fator campo também para poder sonhar com uma vaga no estágio preliminar da Libertadores, que hoje abrange a área entre a sétima e a oitava colocação, atualmente ocupadas respectivamente por Fluminense, com 51 pontos, e América-MG, com 49.

Sem nenhum jogador suspenso, o São Paulo também poderá contar com novidades no banco de reservas, já que os atacantes Luciano (recuperado de uma cirurgia no punho) e Pablo (que superou uma entorse no tornozelo) treinaram sem restrições no último domingo. 

O clube não divulga lista de jogadores relacionados para os jogos e a liberação dos dois pelo departamento médico são-paulino ainda é incerta, mas existe a chance de os atletas figurarem entre os suplentes que serão levados pelo técnico Rogério Ceni para o duelo.

Será o 19º e último jogo do São Paulo em casa neste Brasileirão. E o time tem apenas a 16º melhor campanha como mandante da competição, com 27 pontos somados após seis vitórias, nove empates e 3 derrotas em 18 partidas no Morumbi, um aproveitamento de 50%. Atuando em seus domínios, a equipe até aqui só conseguiu ser melhor do que Atlético-GO, Cuiabá, Sport e Chapecoense, respectivos 17º, 18º, 19º e 20º colocados neste ranking paralelo.

Até a noite do último domingo, o clube ainda não havia divulgado parciais com números de ingressos já vendidos para o confronto desta segunda-feira, mas publicou uma mensagem em suas redes sociais para convocar o torcedor a lotar o estádio neste momento complicado vivido pelo time no Brasileirão.

- Amanhã (neste domingo) teremos o último jogo do Tricolor no Morumbi nesta temporada. E nós contamos com você! Apoie o Tricolor. Garanta seu ingresso - afirmou o São Paulo em uma postagem no seu Facebook, na qual inseriu link de entrada na plataforma de vendas, que fica no site www.totalacesso.com.