São Paulo e Ceará iniciam às 19h15 (de Brasília) o duelo válido pelas quartas de final da Copa Sul-Americana, no Morumbi.

Com a força de mais 45 mil pessoas que já compraram ingresso para o jogo, o Tricolor tem chance de abrir boa vantagem em São Paulo (SP) para o segundo jogo do duelo, em Fortaleza (CE), semana que vem.

E cada vez mais focado nas copas, única cartada do clube para tentar conquistar um título no ano e, quem sabe, aumentar o combalido caixa são-paulino, o técnico Rogério Ceni escala força máxima após poupar os titulares na derrota para o Athletico por 1 a 0, no último domingo (31/7), em Curitiba (PR), pelo Brasileirão.

Duelo é válido pelas quartas de final da Copa Sul-Americana, no Morumbi. (Foto: Divulgação)Duelo é válido pelas quartas de final da Copa Sul-Americana, no Morumbi. (Foto: Divulgação)

Quer dizer, força máxima dentro do possível, é claro. O Tricolor continua com seus habituais problemas de contusão. Durante a semana, Reinaldo e Alisson até voltaram aos treinos, mas no máximo deve ficar como opção no banco de reservas pela falta de ritmo de jogo.

De resto, Patrick, Luan, Jandrei, Arboleda, André Anderson e Caio seguem de fora.

Do outro lado, o Ceará chega às quartas com 100% de aproveitamento na Sul-A. O Vozão venceu todos os jogos até o momento e, por isso, fará o duelo decisivo em casa.

Bruno Pacheco, Rodrigo Lindoso e Matheus Peixoto são as baixas do Alvinegro, além de Jhon Vázquez, que disputou o campeonato por outra equipe e, por isso, não pode ir a campo.

Vale lembrar que as duas equipes se enfrentaram na Copa Sul-Americana em 2011. Na ocasião, o Ceará venceu o jogo de ida por 2 a 1, enquanto o São Paulo fez 3 a 0 na partida de volta e ficou com a classificação.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO x CEARÁ

Data: 3/8/2022 (quarta-feira), às 19h15 (de Brasília)

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)

Árbitro: Piero Maza (Chile)

Assistentes: Christian Schiemann e Claudio Rios (ambos do Chile)

VAR: Jhon Perdomo (Chile)

Onde assistir: Conmebol TV e em tempo real no LANCE!/Voz do Esporte

SÃO PAULO

Felipe Alves; Diego Costa, Miranda e Léo; Igor Vinícius, Gabriel Neves, Igor Gomes, Rodrigo Nestor e Welington; Luciano e Calleri

Técnico: Rogério Ceni

DESFALQUES: Jandrei, Arboleda, André Anderson, Caio e Patrick (contundidos)

CEARÁ

João Ricardo; Nino Paraíba, Messias, Gabriel Lacerda e Victor Luis; Richardson, Guilherme Castilho, Lima e Vina; Mendoza e Cléber

Técnico: Marquinhos Santos