Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

"Se for condenado, vamos pedir a rescisão", diz Rollo sobre Robinho

Orlando Rollo, porém, quer mais tolerância com o jogador: "Podemos estar diante de um novo caso da Escola de Base"

"Se for condenado, vamos pedir a rescisão", diz Rollo sobre Robinho
Orlando Rollo disse abominar qualquer tipo de violência contra as mulheres | Divulgação / Santos FC
Compartilhe

O presidente em exercício do Santos, Orlando Rollo, explicou em entrevista virtual à imprensa no início da tarde desta quarta-feira a suspensão do contrato de Robinho na última semana. Informações do site GloboEsportes.com

Orlando Rollo disse abominar qualquer tipo de violência contra as mulheres

A decisão se deu depois da pressão de conselheiros, patrocinadores e a revelação, pelo ge, de trechos da sentença da Justiça italiana que condenou Robinho e um amigo em primeira instância a nove anos de prisão por violência sexual de grupo contra uma jovem albanesa.

Na entrevista, Rollo explicou a decisão do Santos e disse abominar qualquer tipo de violência contra as mulheres. O dirigente pediu mais tolerância com o jogador, mas admitiu que os áudios são gravíssimos e revelou que pedirá a rescisão do contrato se ele for condenado em segunda instância.

– Decidimos uma licença do contrato para que o atleta possa se defender no processo que responde na Itália. Não vou entrar no mérito se é culpado, inocente. Não sou ninguém para julgá-lo. Ele tem de ser julgado pelo juiz na Itália. Temos de apedrejar menos e ter mais tolerância. Eu já fiz muito, na minha carreira, porque sou policial. Eu abomino o crime de estupro. Abomino qualquer tipo de violência, qualquer tipo de violência sobre as mulheres.

– Nos meus 18 anos de polícia, já prendi dezenas de estupradores. Já investiguei dezenas de estupradores. Já levei à condenação dezenas de estupradores. Então, eu efetivamente luto contra esse crime, inclusive um caso que ficou muito conhecido em Santos, o do Maníaco do Ônibus, que atacava mulheres nos ônibus, fui eu que prendi. Podemos estar diante de um novo caso da Escola de Base – disse o presidente.

O vínculo com Robinho era válido por cinco meses e, de acordo com Rollo, será discutido em reunião do Conselho Deliberativo na noite desta quarta-feira.

– Já formalizamos ao Conselho Deliberativo essa licença do contrato do Robinho. Se o Robinho vier a ser absolvido em segunda instância, não vejo problema nenhum em voltar. Se for condenado, vamos pedir a rescisão do contrato – disse o presidente.



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar