Segurança de Messi é reforçada após ameaças do Estado Islâmico

Neymar aparece sendo degolado nas imagens.

Os jogadores Messi e Neymar amanheceram neste domingo preocupados com um fato que foi divulgado na internet. Considerados um dos maiores jogadores de futebol do mundo os dois foram protagonistas de uma nova ameaça do Estado Islâmico vinda do grupo apoiador Wafa Media Foundation. A divulgação foi feita pelo SITE Intelligence Group, um portal que monitora jihadistas na internet.

A cena lembra os episódios de degolamento, usadas pelo grupo terrorista Estado Islâmico para mostrar a morte de reféns estrangeiros ao longo dos últimos anos. Ao lado do brasileiro, que está de joelhos e com uma roupa laranja, aparece o corpo de Messi já morto.

"Vocês não terão segurança até que a gente viva isso nos países muçulmanos", diz a ameaça. Ao longo dos últimos dias, a propaganda do EI para possíveis ataques terroristas durante o Mundial está aumentando, segundo o próprio Intelligence Group.

Por conta disso, o diário argentino Olé veiculou diversas matérias em que os dirigentes e as autoridades estão muito preocupadas com a segurança de Messi e da delegação argentina. De acordo com o jornal local e outros espalhados pelo mundo, como o inglês The Sun , já há a preparação de um esquema especial de proteção aos hermanos sendo negociado com o governo da Rússia, já que haverão dois amistosos no país da Copa em novembro. O embaixador da Rússia na Argentina, Viktor Koronelli também foi chamado para conversar sobre o assunto com dirigentes da Afa.


Fonte: Com informações do IG
logomarca do portal meionorte..com