Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Sob vaias, São Paulo empata com Cruzeiro

Com 12 pontos, o São Paulo figura agora na zona intermediária da tabela, após brigar pela ponta nas últimas rodadas.

Compartilhe

No jogo entre um time que jogava em casa, diante de uma torcida que mais protestou do que apoiou e que acaba de ser eliminado da Copa do Brasil, contra outro que não ganha há cinco jogos e tenta deixar as últimas posições no Brasileirão, o resultado não foi bom para nenhum dos lados. São Paulo e Cruzeiro ficaram no 1 a 1 e continuam obrigados a lidar com suas crises internas. Com informações do Estadão.

Com 12 pontos, o São Paulo figura agora na zona intermediária da tabela, após brigar pela ponta nas últimas rodadas. E o Cruzeiro soma apenas sete, próximo da zona de rebaixamento.

Goleiro Tiago Volpi teve que se desdobrar  no jogo. Imagem/Reprodução SPFC.

Antes de a bola rolar, a torcida são-paulina mais uma vez protestou contra dirigentes e jogadores, como aconteceu no sábado, quando eles foram à porta do CT do clube. E novamente os alvos foram o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e o diretor executivo de futebol, Raí. Além deles, também foram xingados alguns atletas. Reinaldo, Nenê, Jucilei e Hudson foram os mais hostilizados. O técnico Cuca foi poupado das cobranças.

Logo aos 14 minutos, Reinaldo avançou com a bola e deu um belo passe para Pato, que livre na meia-lua, invadiu a área e bateu no canto direito de Fábio, para abrir o placar e dar um calma momentânea aos poucos torcedores presentes no Pacaembu. Além de Pato, quem também brilhou na primeira parte do jogo foi o goleiro Tiago Volpi. Foram pelo menos duas grandes defesas, em tentativas de Romero e de Dedé.

No segundo tempo, o Cruzeiro voltou decidido a buscar o empate e pressionou o São Paulo até conseguir o seu gol. Aos 8 minutos, o árbitro consultou o VAR para analisar um suposto pênalti cometido por Anderson Martins, que teria cortado um chute de Romero com o braço, mas após consultar o vídeo, o foi seguiu normalmente.

Até que aos 22, o Cruzeiro conseguiu o seu objetivo e com direito a um golaço. Hudson fez falta na frente da área, Thiago Neves acertou uma bela cobrança de falta e deixou tudo igual no Pacaembu. Três minutos depois David teve a chance de virar ao sair cara a cara com Volpi, mas o goleiro conseguiu tirar a bola dos pés dos cruzeirense.

E o tempo ia passando e as duas equipes claramente ansiosas para conseguir mais um gol. Após ser pressionado cerca de 25 minutos pressionado, o São Paulo conseguiu passar do meio de campo, mas deu pouco trabalho para Fábio. No outro lado, o Cruzeiro tinha dificuldade em criar oportunidades de gol, mas teve uma grande chance aos 52, com Egídio chutando e Volpi mais uma vez salvando o time. Ao final do jogo, a torcida tricolor voltou a protestar contra o time e seus dirigentes.

Veja o resultado.





Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar