STJD mantém São Januário fechado e tira seis mandos do Vasco

Clube foi punido por confusões ocorridas no jogo contra o Flamengo

Em julgamento na 1ª Comissão Disciplinar no fim da manhã desta segunda-feira, o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) manteve a liminar que deixa São Januário fechado, tirou seis mandos de campo do Vasco e multou o clube em R$ 60 mil pela briga generalizada no clássico com o Flamengo.

O rubro-negro carioca, por sua vez, foi multado em R$ 5 mil no episódio.

Denunciado triplamente no artigo 213 por desordem, lançamento de objeto no campo e tentativa de invasão, o time cruzmaltino teve a sua casa interditada previamente pelo presidente em exercício do órgão, Paulo César Salomão Filho, após a morte de um torcedor baleado do lado de fora de São Januário, e jogou com portões fechados no empate em 0 a 0 com o Santos, no estádio Nilton Santos, no último domingo. Agora, ele terá de atuar a 100 km do Rio de janeiro durante a punição.

Confusão que aconteceu em São Januário (Crédito: Reprodução)
Confusão que aconteceu em São Januário (Crédito: Reprodução)

A confusão aconteceu já no final do clássico, que teve vitória do Flamengo por 1 a 0. Torcedores vascaínos atiraram diversos objetos no gramado, enquanto os jogadores do Fla não conseguiam descer para os vestiários - a entrevista coletiva do técnico Zé Ricardo, inclusive, foi cancelada.

O conflito continuou do lado de fora e a torcida visitante demorou a deixar o estádio.

A decisão desta segunda-feira é em primeira instância e ainda cabe recurso por parte da Procuradoria do STJD ou dos advogados dos clubes.

Fonte: Com informações da Espn
logomarca do portal meionorte..com