mais

Surto de 25 casos de Covid deixa River Plate sem goleiros na Libertadores

Clube emite comunicado lamentando surto e diz que enfrentará o Santa Fé, nesta quarta, mesmo tendo apenas 10 atletas disponíveis.

Em meio a um surto que gerou 25 casos simultâneos de Covid-19 no clube, sendo 20 deles jogadores, o River Plate confirmou que irá a campo nesta quarta-feira diante do Santa Fé, às 21h (de Brasília). O clube emitiu um comunicado indicando que cumprirá as definições da Conmebol e jogará contra a equipe colombiana mesmo tendo, neste momento, apenas 10 atletas liberados para atuar. E solicitou a inscrição de dois goleiros, como permite o regulamento.

"O River Plate informa que se ajustará ao regulamento da Conmebol, que estabelece que enquanto houver um mínimo de sete jogadores elegíveis a equipe deve comparecer para competir. Caso contrário, se estará sujeito às sanções previstas no regulamento", diz o comunicado.

Na nota, a diretoria cita todos os cuidados tomados para evitar casos positivos entre os jogadores desde o início da pandemia, em março do ano passado, e frisa que as medidas não foram suficientes para evitar o surto. O clube ainda destaca o contexto no qual está envolvido, com os números altos de casos na Argentina e na América do Sul.

River Plate registra surto com 25 casos de Covid - Foto: Getty ImagesRiver Plate registra surto com 25 casos de Covid - Foto: Getty Images

O River informa, ainda, que pediu para inscrever emergencialmente os goleiros Alan Díaz e Agustín Gómez - uma vez que o regulamento prevê esta possibilidade em situações de lesões graves. A Conmebol ainda não se posicionou se casos positivos de Covid-19 se encaixariam nesta previsão. O trunfo do River seria uma regulamentação da Fifa que pontua que casos de Covid-19 são considerados uma situação excepcional.

O River Plate chegou a 20 casos de Covid-19 entre os jogadores do elenco na última segunda-feira, após mais cinco atletas testarem positivo. Assim, ficou com apenas 12 atletas não-infectados pela doença - sendo que dois deles, Enzo Pérez e Pinola, estão lesionados. Ambos aguardam uma liberação do departamento médico: Pérez se recupera de problema muscular, e Pinola, de uma fratura no braço. O jornal "Olé" diz que Pérez não terá condição de jogo - ele também era uma opção para atuar como goleiro improvisado.

No último sábado, o clube confirmou o registro de 15 testes positivos no time. Nesta segunda, a imprensa argentina noticiou que os laterais Montiel e Alex Vigo, o volante Leonardo Ponzio, e os atacantes Lucas Beltrán e Flabian Londoño (apenas este não está inscrito na Libertadores) também estão infectados. Dos cinco, Montiel, Ponzio e Beltrán atuaram contra o Boca Juniors, no último domingo.

Caso a Conmebol não autorize a inscrição dos novos goleiros, o River começará o confronto contra o Santa Fé, nesta quarta-feira, já com um jogador a menos - e um deles improvisado como goleiro. Por conta do período obrigatório de isolamento, muitos dos desfalques podem se repetir no confronto contra o Fluminense, na semana que vem, em Buenos Aires.

As informações são do Globo Esporte

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail