Titular fora de casa, goleiro Bruno é hostilizado durante jogo

Bruno teve uma atuação segura no estádio Júlio Aguiar

A primeira partida de Bruno fora de casa como titular no Boa Esporte não fugiu do que era esperado. Jogando contra o Patrocinense, em Patrocínio (MG), o goleiro foi hostilizado e provocado durante todo o jogo e relatou até ter sido atingido por uma barra de ferro atirada pelos torcedores.

A agressão teria acontecido aos 18 minutos do primeiro tempo. Dois minutos antes, o goleiro havia feito uma boa defesa em cabeçada do atacante Quilder. Logo depois, durante uma discussão envolvendo Bruno e diversos jogadores, o objeto foi atirado no gramado, acertando Bruno. Segundo relatou o repórter Lucas Papel, a Federação Mineira de Futebol (FMF) requisitou que o torcedor que arremessou a barra de ferro fosse identificado e retirado imediatamente da torcida.

A partida continuou normalmente e Bruno voltou a ser provocado diversas vezes, principalmente quando aparecia com uma defesa ou uma saída confusa do gol, como aconteceu no finalzinho do primeiro tempo. Os gritos contra o goleiro se repetiram quando ele caiu no gramado e precisou de atendimento médico, já na etapa final.

Após o jogo, o goleiro não deu entrevistas. Na súmula, o árbitro da partida, Émerson de Almeida Ferreira, relatou na súmula que Bruno entregou o objeto, mas disse não ter visto se ele foi atingido ou não.

"Informo que aos 18 minutos do primeiro tempo quando o jogo se encontrava paralisado, o goleiro da equipe do Boa Esporte Clube sr. Bruno Fernandes das Dores de Souza , me apresentou um vergalhão de ferro de aproximademente 30cm dizendo que o mesmo havia sido arremessado dentro do campo de jogo por torcedores da equipe do Clube Atletico Patrocinense que se encontravam atras de sua meta (fato este que nao foi observado por nenhum membro da equipe de arbitragem, representante e delegado da partida que se encontravam em campo de jogo)."

Image title

Fonte: Com informações do Globoesporte.com