Torcedor do Grêmio com câncer morre dias após receber jogadores

A história do tricolor gaúcho chegou à cúpula da equipe.

Morreu nesta terça-feira William Lima, de 22 anos, dias após realizar o "último desejo" de conhecer um jogador do seu time de coração, o Grêmio. Acometido há três anos por um câncer no pulmão, que se espalhou aos ossos e à pele, o jovem descobriu a doença ao ser internado em decorrência de uma lesão em jogo de futebol. A história do tricolor gaúcho chegou à cúpula da equipe, que decidiu surpreendê-lo com a visita a todo o elenco do time.

O torcedor foi levado ao Centro de Treinamentos da equipe e conheceu não um jogador — reserva ou titular, como pedia — mas todos eles e a comissão técnica, comandada por Renato Portaluppi. William ficou surpreso ao entrar na sala em que o grupo o esperava. Foi aplaudido.


O Grêmio confirmou a perda do torcedor pelo Twitter, na véspera da primeira partida da final contra o Lanús, pelo título da Libertadores da América. O encontro inspirou os atletas a dias da grande decisão do futebol das Américas. Na postagem, a equipe recordou o encontro com William, no qual ele posou ao lado do plantel. Na imagem, já debilitado, ele sorri sentado em uma cadeira de rodas ao erguer uma camisa assinada por todos os atletas. O pai do torcedor mandou fazer uma faixa de três metros em agradecimento.

"Hoje esse céu azul ganhou mais uma estrela, o Willian, que nos deu uma aula de vida e partiu. Descansa em paz, guerreiro", escreveu o clube na rede social.

Fonte: Com Informações do Extra
logomarca do portal meionorte..com