Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Treinador de Jon torce que luta seja no peso-pesado

Mike Winkeljohn diz que não tem sentido Bones, descer de volta para enfrentar Adesanya

Treinador de Jon torce que luta seja no peso-pesado
Mike Winkeljohn (centro, apontando para Jon Jones) é um dos principais treinadores de "Bones" | Mike Roach/Zuffa LLC via Getty Images
Compartilhe

A subida de Israel Adesanya ao peso-meio-pesado (até 93kg) para desafiar o atual campeão Jan Blachowicz tem um claro objetivo futuro: casar um confronto entre o campeão peso-médio (até 84kg) e o ex-dono do cinturão meio-pesado, Jon Jones. Os dois desenvolveram uma acirrada rivalidade através de provocações pela imprensa e pelas redes sociais. Informações do site GloboEsportes.com

Mike Winkeljohn (centro, apontando para Jon Jones) é um dos principais treinadores de "Bones"

Responsável pela trocação de Jones, o treinador Mike Winkeljohn já está de olho em Adesanya. O técnico admitiu ser um admirador do trabalho do nigeriano e sua equipe.

- Sempre fico pasmo com algumas coisas que ele faz. Penso assim, "Deus, se ele fizesse essas coisas contra ele", aí Izzy faz uma pequena correção e resolve o problema. Ele é um cara difícil de decifrar, porque tem muitas habilidades e um timing muito bom, ótima velocidade e defesa de quedas. Ele é muito completo e está melhorando. Ele melhora a cada luta. Estou assistindo e estou muito impressionado com o que eles conseguiram fazer na equipe dele na Nova Zelândia - disse Winkeljohn em entrevista ao podcast "Submission Radio", transcrita pelo site americano "BJPenn.com".

Não que Winkeljohn ou Jones tenham medo de Adesanya. Mas o técnico afirmou que, caso fosse seu pupilo, pediria para a luta ser no peso-pesado (até 120,2kg), caso ela seja oferecida. Jon Jones abriu mão do cinturão dos meio-pesados este ano para tentar a sorte na categoria de cima e buscar um segundo cinturão.

- Meu primeiro pensamento é peso-pesado. Faça Israel subir aos pesados. Jon Jones sempre enfrentou caras de nome. Sempre foi "Você tem que bater este cara para garantir seu legado", ele vencia, e aí vinha outro. Jon não precisa perseguir ninguém, eles que precisam perseguí-lo. É assim que eu vejo. É por isso que ele é o melhor. (Então) provavelmente peso-pesado. A cabeça atual do Jon é subir ao peso-pesado. Isso faz sentido. Uma vez que ele ganhar toda essa massa, não faz sentido descer de volta. Qual o propósito? Voltar para perseguir Izzy? Com certeza não. Jon é o cara, por isso ele é o melhor e as pessoas têm de perseguí-lo. Ele é o líder do esporte - raciocinou o técnico.



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar