Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

UFC: Tensão na encarada após a pesagem oficial

Lutas pelo cinturão são confirmadas. José Aldo precisa se pesar sem roupa para bater o peso

UFC: Tensão na encarada após a pesagem oficial
Kamaru Usman e Jorge Masvidal não esconderam a rivalidade existente na encarada | Getty Image
Compartilhe

As primeiras encaradas da "Ilha da Luta" aconteceram nessa sexta-feira, após a pesagem oficial do UFC 251. O evento, que terá três disputas de cinturão, acontece neste sábado em Abu Dhabi. Os protagonistas da luta principal, válida pelo título do peso-meio-médio, Kamaru Usman (atual campeão) e Jorge Masvidal não esconderam a tensão que existe entre eles na encarada realizada após a pesagem oficial. Se não se tocaram ou se provocaram verbalmente, o nigeriano e o americano, que têm uma rivalidade de longa data, trocaram olhares ameaçadores e não se desviaram um do outro após as poses para fotos, deixando Dana White alerta. Informações do site GloboEsportes.com

Nas demais encaradas, nenhuma alteração de protocolo. Alexander Volkanovski e Max Holloway, que disputam o cinturão peso-pena, fizeram uma encarada séria, mas sem provocações.

Já José Aldo e Petr Yan, que se conhecem há muito tempo e já treinaram juntos, também fizeram uma encarada dura, sem piscarem, mas trocaram abraços e cumprimentos após as poses para fotos.

Nas demais lutas, a encarada mais tensa aconteceu entre Raulian paiva e o cazaque Zhalgas Zhumagulov. Os dois ficaram com os rostos praticamente colados, mas não houve nenhuma animosidade maior.

A pesagem

Como de costume, o início da janela de pesagem trouxe um grande número de atletas para o palco de tomada de peso. Entre os 21 lutadores que compareceram nos primeiros 38 minutos estavam sete brasileiros (Amanda Ribas - a primeira de todos a se pesar -, Léo Santos, Karol Rosa, Elizeu Capoeira, Raulian Paiva, José Aldo e Jéssica Bate-Estaca). À exceção de Paiva, que estourou o peso em 1,3kg e se desculpou ainda na balança, todos os demais bateram seus pesos. Bate-Estaca não escondia o desgaste pelo corte de peso, apresentando um semblante bastante abatido.

Postulante ao cinturão vago dos pesos-galos, José Aldo pesou-se pouco depois de seu adversário, Petr Yan, e teve de subir na balança sem roupa. O russo, por sua vez, pesou-se sem a necessidade da toalha. Ambos bateram o mesmo peso: 61,2kg. O campeão dos pesos-meio-pesados Kamaru Usman também passou pela balança e cravou 77,1kg.

Após uma pausa de sete minutos, o campeão peso-pena Alexander Volkanovski compareceu sorrindo ao palco da pesagem e cravou 65,8kg sem problemas. Exatamente na marca de 1h da janela de pesagem, Jorge Masvidal subiu na balança e, sem roupa e sem máscara, bateu 77,1kg, confirmando presença na luta principal contra Kamaru Usman. O americano havia revelado que teria de perder cerca de dez quilos em seis dias para conseguir bater o peso.

Com metade da janela de pesagem já ultrapassada, apenas Vanessa Mello e Muslim Salikhov ainda não haviam aferido seus pesos. O russo e a brasileira chegaram faltando 35 minutos para o fim do tempo oficial. Salikhov ficou no limite de peso da sua categoria (77,1kg) e a brasileira estourou o peso em 2,2kg (pesou 63,9kg, enquanto o limite era de 61,7kg já com a tolerância para lutas não-válidas pelo cinturão).

Após a pesagem, a equipe de Vanessa Mello explicou o que houve para que ela estourasse o peso por 2,2kg.

- Por volta das 11h da manhã a Vanessa começou a sentir muitas dores na região abdominal e chamamos os médicos do UFC, Charles Stull e Márcio Tannure, pra verificarem se seria possível continuar o corte de peso e até lutar. Depois de duas horas analisando, eles decidiram falar pra ela parar de cortar peso, a medicaram e a colocaram em repouso e observação até a hora da pesagem. O diagnóstico é uma constipação severa - ela está há uma semana sem conseguir evacuar - então é uma recuperação teoricamente simples que, se seguir como o esperado agora que foi medicada, ela vai poder lutar sem problemas. Vanessa ainda vai continuar em observação após a pesagem, mas todos os lados estão otimistas na melhora dela - disse o empresário da atleta, Lucas Lutkus, ao Combate.com.



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar