Valor de mercado de Messi aumenta em 50% e chega a R$ 710 milhões

Em 2017, Messi marcou 54 gols

O fim de ano do argentino Lionel Messi vem sendo de muito brilho. Depois de comandar a vitória do Barcelona sobre o Real Madrid em pleno Santiago Bernabéu, no último sábado, por 3 a 0, Messi viu seu valor de mercado aumentar em 50%. A valorização consolidou o argentino como o jogador de maior preço do mundo.

De acordo com o site alemão "Transfermarkt", que se dedica a calcular a valorização de jogadores de futebol, o desempenho recente de Messi fez seu preço estipulado aumentar de 120 milhões para 180 milhões de euros, cerca de R$ 710 milhões na cotação atual.

Em 2017, Messi marcou 54 gols e terminou como vice-artilheiro do ano, atrás apenas do inglês Harry Kane, do Tottenham, que fez 56 gols.

Para o "Transfermarkt", o brasileiro Neymar é o segundo jogador mais caro do mundo, avaliado em 150 milhões de euros (R$ 591 milhões). Neymar, vale lembrar, trocou o Barcelona no meio deste ano pelo Paris Saint-Germain, que topou pagar sua multa rescisória à época, no valor de 222 milhões de euros.

O pódio dos jogadores mais caros do mundo em 2017 é fechado pelo português Cristiano Ronaldo. A exemplo de Messi, o craque do Real Madrid também se valorizou, segundo o "Transfermarkt": passou de 100 milhões para 120 milhões de euros, ou R$ 473 milhões.

Confira a lista dos dez jogadores mais valorizados da atualidade, segundo o "Transfermarkt":

1. Lionel Messi (Barcelona): 180 milhões de euros

2. Neymar (PSG): 150 milhões de euros

3. Cristiano Ronaldo (Real Madrid): 120 milhões de euros

4. Antoine Griezmann (Atlético de Madrid): 100 milhões de euros

5. Kylian Mbappé (PSG): 90 milhões de euros

6. Luis Suárez (Barcelona): 85 milhões de euros

7. Ousmane Dembélé (Barcelona): 80 milhões de euros

8. Harry Kane (Tottenham): 80 milhões de euros

9. Sergio Busquets (Barcelona): 80 milhões de euros

10. Robert Lewandowski (Bayern): 80 milhões de euros

Fonte: Com informações do Extra
logomarca do portal meionorte..com