O Real Madrid conseguiu virar a chave em relação aos anos anteriores. Campeão de quase tudo o que disputou na temporada 2021-22, o Clube Merengue fechou o último ciclo de futebol na Europa da melhor forma, com o troféu da Liga dos Campeões, diante do Liverpool, e voltou a dominar o continente após quatro anos de jejum.

O autor do gol da conquista, o brasileiro Vini Jr., mudou de status e se tornou um dos principais jogadores do time após ano mágico no Bernabéu. De contrato renovado com o Madrid até 2027, o atacante se consolidou e virou um ídolo da torcida. No entanto, a história poderia ter sido diferente por conta de bastidores ocorridos nos últimos meses.

O PSG ofereceu um contrato em que o brasileiro receberia o quádruplo do salário atual na equipe espanhola. (Foto:  Eurasia Sport Images/via Getty Images Europe)O PSG ofereceu um contrato em que o brasileiro receberia o quádruplo do salário atual na equipe espanhola. (Foto:  Eurasia Sport Images/via Getty Images Europe)

O jornal Marca, da Espanha, noticiou que Vini recebeu propostas de equipes adversárias do Real Madrid na Liga dos Campeões, e uma, em especial, impactou pelos valores oferecidos. O PSG ofereceu um contrato em que o brasileiro receberia o quádruplo do salário atual na equipe espanhola.

A equipe francesa pagaria 40 milhões de euros anuais líquidos para Vini Jr., contra os 10 milhões que ele recebe do Real Madrid, com a renovação contratual acertada recentemente. O interesse do PSG é antigo, e o Clube foi atrás do atacante pela última vez em março deste ano. No entanto, de acordo com o Marca, Vini recusou todas as propostas feitas, não só do Paris, como de times como Liverpool, Chelsea e Manchester United.