Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

"Viva o VAR!", diz o técnico venezuelano após partida contra o Brasil

Técnico da Venezuela se diz surpreso negativamente com estrutura encontrada para competição e agradece ao árbitro de vídeo: "Fomos beneficiados"

Compartilhe
Google Whatsapp

O árbitro de vídeo foi como um anjo da guardas para a Venezuela, que arrancou um empate sem gols com o Brasil na noite desta terça-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador. O VAR foi acionado para checar os gols de Gabriel Jesus e Philippe Coutinho, os dois na segunda etapa. Ambos foram anulados. Em entrevista coletiva concedida após a partida, o técnico da Venezuela, Rafael Dudamel, abriu um largo sorriso e comemorou: “Viva o VAR!”.  As informações são da Globo Esporte. 

"Viva o VAR! Que seja bem-vindo o VAR! Contra Peru e Brasil pode-se dizer que fomos beneficiados, mas não no sentido de termos sido favorecidos ou nos terem presenteado. Também já sofremos com o VAR", declarou Dudamel.

- No Mundial Sub-20 contra o Uruguai nos cancelaram um pênalti no VAR. Na minha carreira, eu já tive os dois resultados. O que me encantou foi a autoridade dos árbitros, independentemente da cor da camisa, para utilizar com imparcialidade o VAR – lembrou o técnico venezuelano.

Rodolfo Buhrer/Reuters

Dudamel não respondeu com a mesma satisfação quando foi questionado sobre o estado de gramado da Fonte Nova, que foi criticado pelos técnicos de Argentina e Colômbia no último sábado. Além do campo, ele criticou a logística de hotel e organização oferecida pela Conmebol em Salvador.

- Quando se fala numa Copa América no Brasil, ou numa Copa do Mundo que não tivemos o privilégio de participar, imaginamos encontrar o melhor em tudo, assim como têm o melhor futebol. Encontrar os melhores cenários para poder desfrutar da Copa América no Brasil.

"Estamos muito surpresos, não somente com o gramado que estava igual para ambos, e poderia estar melhor, mas a logística de hotéis e demais coisas não corresponde a uma Copa América, e muito menos ao Brasil. É uma crítica construtiva que faço. E não é desculpa, mas uma manifestação porque estamos muito surpresos. Nós viemos para jogar", disse o treinador.

O gramado da Fonte Nova foi alvo de polêmica durante a semana. Lionel Scaloni, técnico da Argentina, e Carlos Queiroz, técnico da Colômbia, criticaram o estado do campo do estádio após o encontro entre as duas seleções no último sábado. A Conmebol rebateu os dois países.

Antes do jogo desta terça-feira, Brasil e Venezuela cancelaram seus treinos que fariam na arena na véspera da partida para poupar o gramado, após forte chuva cair em Salvador.

Brasil e Peru estão com quatro pontos, na liderança do Grupo A, mas a Seleção fica na frente, com saldo melhor. A Venezuela aparece em terceiro, com dois pontos. A Bolívia é a lanterna, ainda sem pontuar. Na próxima rodada, Brasil e Peru se enfrentam, neste sábado, na Arena Corinthians. Bolívia e Venezuela se encaram no Mineirão, também no sábado.


Siga nosso canal no telegram
Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto