A seleção brasileira feminina de vôlei do Brasil confirmou o favoritismo e venceu a seleção do Quênia por 3 a 0 (25 x 10, 25 x 16 e 25 x 8), dirigida pelo brasileiro Luizomar de Moura, nesta segunda-feira (2), na Arena de Ariake, em Tóquio, fechando a fase inicial da competição em primeiro do grupo A, com 100% de aproveitamento nos Jogos Olímpicos de 2020.

A equipe vai disputar as quartas de final na próxima terça-feira (3), às 21h, contra a Rússia, oficialmente denominada de ROC (Comitê Olímpico da Rússia), que ficou na quarta colocação do grupo B.

Em seu grupo, a seleção brasileira acumulou quatro vitórias, contra a Coreia do Sul (3 x 0), República Dominicana (3 x 2), Japão (3 x 0) e Sérvia (3 x 1) antes da vitória desta segunda-feira.

Brasil vence o Quênia nas Olimpíadas — Foto: Toru Hanai/Getty Images Brasil vence o Quênia nas Olimpíadas — Foto: Toru Hanai/Getty Images 

A Rússia, mesmo tendo ficado com a última vaga, será uma adversária perigosa. Tem tradição, e, desde o fim da União Soviética (1991), conquistou duas medalhas de prata olímpica (2000 e 2004) e dois títulos mundiais (2006 e 2010), entre outros.