Zagueiro Neto volta a respirar sem ajuda de aparelhos

Jackson Follmann precisará passar por cirurgia em São Paulo

O zagueiro Neto voltou a respirar sem a ajuda de aparelhos depois de nove dias dependendo de ventilação mecânica. Segundo a equipe médica que está em Medellín, o jogador da Chapecoense, um dos seis sobreviventes do acidente com o avião do time catarinense, evoluiu bem nas últimas horas.

"Conseguimos tirar ele da ventilação mecânica. Ele ainda é o paciente de UTI, que precisa de acompanhamento de hora em hora. As próximas 48 horas serão importantes para o Neto. Ele está a nove dias dependendo do ventilador. O pulmão dele precisa aprender a respirar sozinho. O pulmão desarmou. Ele evoluiu bem", disse o médico Edson Stakonski.

Zagueiro Neto (Crédito: Reprodução)
Zagueiro Neto (Crédito: Reprodução)

O goleiro Follmann, por sua vez, terá de passar por uma operação no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. O jogador da Chapecoense tem uma fratura na segunda vértebra cervical. O procedimento ocorrerá nos próximos dias. O dia para o transporte do paciente ainda não foi definido. 

De acordo com o médico Marco André Sonagli, Follmann será operado por Jorge Pagura, da CBF. "Não há uma urgência para a cirurgia. A ressonância vai dar a segurança de transporte", afirmou.

Em melhores condições, Alan Ruschel e Rafael Henzel devem ser transferidos para o Brasil até a próxima terça-feira. Ambos vão para Chapecó. O jogador, que está no quarto há quase 48 horas, tem uma infecção urinária - ela foi tratada e não preocupa os médicos.

A equipe médica espera, agora, depende da logística para autorizar a viagem dos pacientes ao Brasil - Neto ficará em Medellín. "Estamos organizando. Temos de ter segurança na aeronave, qual o tempo exato de voo. Precisamos entender tudo isso. Para pensar na condição clínica de quem vai, temos de entender essa logística", explicou Stakonski.

Fonte: Com informações do Uol