Zeca vai na Justiça pedir rescisão de contrato com o Santos

Audiência está marcada para abril de 2018.

Na quarta-feira (26), o lateral-esquerdo Zeca foi para a Justiça do Trabalho pedir a rescisão do contrato com o time do Santos. O pedido de liminar se deu na quarta mas o clube soube apenas na quinta que foi negado. Uma audiência está marcada para abril do ano que vem.

O estafe de Zeca alegou falta de pagamento de FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) de 2014 e 2015. O Peixe garante que os valores foram quitados por meio do Profut (o programa de refinanciamento de dívidas dos clubes). O clube acredita, assim, que a ação será julgada improcedente.

Na ação, Zeca alega que uma das motivações para o pedido é a insegurança no trabalho. Ele lembrou as ameaças recebidas em aeroporto de São Paulo e as pichações com seu nome nos muros da Vila Belmiro.

O lateral-esquerdo não treinou nem na quarta, quando o time se reapresentou após dois dias de folga, nem nesta quinta-feira. Se o lateral não se reapresentar, o Peixe, que já não conta mais com o jogador, pode solicitar a rescisão indireta do contrato por justa causa. A multa rescisória do lateral é de 50 milhões de euros (cerca de R$ 191 milhões). O vínculo vai até o fim de 2020.

Zeca (Crédito:  Ivan Storti/Santos FC)
Zeca (Crédito: Ivan Storti/Santos FC)


Fonte: Com informações do Globoesporte.com
logomarca do portal meionorte..com