O streamer Paul Denino, que utiliza o nome Ice Poseidon nas redes, foi acusado por outro youtuber de roubar até US$ 500 mil (R$ 2,6 em conversão direta e moeda) de fãs que investiram em um esquema de criptomoedas criado por ele mesmo — e tirado do ar quase sem explicações, com o rapaz embolsando boa parte dos ganhos para si.

A criptomoeda em questão era a Cxcoin, um projeto supostamente de "longo prazo" que ajudaria streamers a receberem doações da comunidade. Ela, entretanto, ficou apenas duas semanas no ar até valorizar e ser encerrada.

Youtuber é acusado de roubar US$ 500 mil em criptomoedas de fãs- Foto: YoutubeYoutuber é acusado de roubar US$ 500 mil em criptomoedas de fãs- Foto: Youtube

O esquema foi revelado por Coffeezilla, que não só explicou toda a fraude como confrontou o colega para saber o que aconteceu. Na conversa, que foi divulgada em vídeo, Ice Poseidon não se diz arrependido de nada e alegou que não devolveria o dinheiro para "cuidar de si mesmo".

Depois da repercussão inicial, ele prometeu devolver cerca de US$ 155 mil, mas acabou transferindo apenas US$ 40 mil.

Conhecido por jogar RuneScape, o rapaz já era conhecido por controvérsias: anos atrás, ele foi banido da Twitch por falar a sua localização atual em uma transmissão, gerando uma operação policial por uma denúncia falsa dentro de um avião nos EUA — possivelmente apenas para chamar atenção.

O lado de Ice Poseidon

Em uma carta publicada após a denúncia, Denino explicou o seu lado da história. Segundo o youtuber, ele só anunciou o projeto da Cxcoin para fãs que já eram experientes em criptomoedas e que sabiam que o mercado era de fato volátil e de alto risco — ou seja, culpou os espectadores por "colocarem emoção demais nisso".

Com um linguajar bastante técnico, ele explicou que não fez nada ilegal, utilizou apenas o sistema de recompra de criptomoedas da plataforma, e que alguns investidores iniciais até ganharam algum dinheiro antes do fim do projeto.

"Nenhum dinheiro foi 'roubado' ou 'fraudado', esse discurso é muito enganador porque as pessoas sempre puderam vender o estoque e sempre houve dinheiro o suficiente para essas vendas, mesmo que não tenham sobrado muitas carteiras 'reais' (não robotizadas e grandes). Eu ganhei sim US$ 300 mil, mas não foi às custas de meus fãs ou investidores", diz o streamer.