No episódio desta terça-feira (25/5), após perder a Prova da Imunidade, a tribo Carcará teve que enfrentar o Portal da Eliminação pela primeira vez e escolher alguém da própria equipe para deixar o 'No Limite'.

No Portal, cada um deve escrever o seu voto em um pergaminho e depositá-lo em uma urna. Ao final de cada programa, o participante mais votado será eliminado. 

Desta vez, Ariadna foi a mais votada entre os integrantes da sua equipe e é a terceira eliminada do reality. "Ari, você é a primeira eliminada da tribo Carcará", anunciou André Marques. 

A maioria dos competidores justificou o voto em Ariadna por conta do seu desempenho nas provas. Ela deixou o programa sem abraçar os colegas de equipe, que se emocionaram com a sua saída. Paula, Elana e Lucas Chumbo foram às lágrimas durante a despedida.

“Obrigada, foi lindo e tenebroso o que a gente viveu. Não se culpem por eu estar saindo, faz parte do jogo e eu quero vocês vencedores. Eu estou feliz de ter entrado em uma equipe incrível", agradeceu ela. 

Apesar de dizer que imaginava a sua eliminação, Ariadna confessou que se sentiu injustiçada pela equipe: "Na primeira prova, o fato de ter passado mal, vomitado muito, deixou uma má impressão minha. Talvez, eles não pensaram nos outros momentos em que ajudei", desabafou. "Dentro da convivência, eu dei muito mais", completou ela. 

Durante o reality, Ariadna ainda chegou a se estranhar com Íris em debate sobre prostituição no acampamento. 

Na discussão, Ariadna — que foi a primeira e única trans a participar do BBB —  compartilhou sua história e contou que, por ser uma mulher transgênero, nunca teve oportunidades na vida, tendo que recorrer até a prostituição para sobreviver. Íris, então, comentou que a colega de equipe fez uma escolha muito arriscada e alegou que ela se prostituiu por opção.  

O comentário de Íris não pegou bem entre o público, que acusou a participante de transfobia. 

Fonte: UAI