mais
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

\"13° é principal culpado de acidentados no fim de ano\", diz HUT

Fim de ano é o período em que ocorrem mais acidentes em todo o ano.

O diretor Geral do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) Gilberto Albuquerque, informou que o recebimento do 13° salário é o principal responsável pelo aumento do número de atendimentos hospitalares dos casos de traumas (acidentes de moto, agressões quedas). O diretor fez a relação com o aumento de viagens e consumo alcoólico que ocorrem durante o natal. \"As pessoas tem mais dinheiro e compram bebibas e viajam\", atribuiu o diretor em entrevista para o jornalista Arimateira Carvalho no programa Banca de Sapateiro na Rádio Jornal Meio Norte (90,3).

\"As pessoas acreditam que é no carnaval que a gente recebe mais pessoas em casos graves, mas, na verdade, o fim de ano é o período onde ocorrem mais acidentes. Isso se deve ao fato de que as pessoas recebem o 13° salário e muitas delas escolhem o alcóol para gastar as suas econômias. Isso aumenta o número de casos de politraumatismo\", relatou berto Albuquerque.

Bebidas alcoólicas, velocidade e celular são os maiores vilões

O consumo de bebidas alcoólicas, tanto associado ao volante e à agressões é o maior responsável pela entrada de pacientes com traumas no HUT. Seguido, respectivamentes, por alta velocidade e uso de celular. \"O celular passou em dois anos de sexta principal causa de acidentes para o terceiro lugar\", disse.

Os cerca de 6 mil atendimentos realizados por mês pelo Hospital, 50% são traumas e 84% envolvem motos.

Premiado no Ronda Nacional

\"
(Crédito: Wellington Benário )

O diretor do HUT, Gilberto Albuquerque recebeu o prêmio de \"Gestores Bola Cheia\" das mãos do apresentador Silas Freire no programa Ronda Nacional na TV Meio Norte e destacou o trabalho que é realizado no hospital. \"Nós temos uma equipe que trabalha junta há mais de 10 anos. Isso possibilitou a porofissionalização dos nossos atendimentos\", contou.

O HUT é fiscalizado pelo Hospital Sírio Libanês e atualmente é referência no atendimento de casos de emergência. \"Antes uma pessoa demorava cerca de 6 horas para ser atendida, atualmente nós atendemos o paciente em cerca de 2 horas. Nós somos avaliados pelo Sírio e nos espelhamos no trabalho deles\", explicou

Tópicos

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail