72% dos cariocas querem deixar o Rio por medo da violência

Moradores foram ouvidos sobre questões que envolvem a violência

O resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto DataFolha nesta semana no estado do Rio de Janeiro retrata a sensação de medo vivida pelos moradores da cidade por conta da atual onda de violência registrada na capital fluminense. 

72% dos moradores ouvidos relataram que se pudessem iriam embora da cidade por conta da violência, desejo que é compartilhado por moradores de todas as regiões e faixas econômicas do Rio de Janeiro. A pesquisa, que ouviu 812 pessoas, foi realizada dez dias após os intensos conflitos entre facções criminosas, que disputam o comando do tráfico de drogas na Rocinha. 

Policiais militares do Rio em ação no Alemão (Crédito: Folha de S. Paulo)
Policiais militares do Rio em ação no Alemão (Crédito: Folha de S. Paulo)

O levantamento ainda revela que 67% das pessoas ouvidas já presenciou algum tiroteio nos últimos dias e que um terço dos moradores teve que mudar a rotina diária por conta da violência. 90% dos ouvidos disseram que se sentem inseguros ao andarem à noite pela cidade. 

Ainda de acordo com o levantamento, 74% dos entrevistados disseram que o desempenho do gestão do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) na área da Segurança Pública tem sido péssimo ou ruim. 21% consideram o desempenho regular e apenas 5% considera ótimo ou bom. 

Militares do Exército na Rocinha (Crédito: Revista Veja)
Militares do Exército na Rocinha (Crédito: Reuters)

O DataFolha ainda constatou que 83% dos moradores do Rio de Janeiro são favoráveis à utilização das Forças Armadas no combate ao crime na cidade. No entanto, 52% afirmaram que a presença do Exército nas ruas não mudou a realidade local. Outros 44% acreditam que a presença dos militares melhorou a segurança da cidade e 2% afirmam que a situação piorou com o Exército nas ruas. 

Na mesma pesquisa, 67% dos moradores afirmaram que têm mais medo da polícia que confia nos policiais (31%). No entanto, os cariocas disseram ter mais medo dos criminosos (49%) do que da polícia (23%). 

Fonte: Com informações da Folha de S. Paulo
logomarca do portal meionorte..com