Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

810 mulheres foram vítimas de violência sexual em 2018

As vítimas da violência sexual têm idade variando de cinco a 80 anos.

Compartilhe
Google Whatsapp

O Serviço de Atenção às Mulheres Vítimas de Violência Sexual (Samvis) divulgou que em 2018 foram 810 mulheres vítimas de violência sexual foram atendidas, sendo que 481 em Teresina e 130 casos em Parnaíba.

As vítimas da violência sexual têm idade variando de cinco a 80 anos.

Em 15 anos 6.830 foram vítimas de violência sexual, os anos de 2004 e 2018.

Das mulheres atendidas nos últimos 15 anos, 4.021 atendidas de dez a 19 anos, 1.133 tinham entre cinco e nove anos, 979 tinham de 20 a 59 anos, 668 tinham menos de quatro anos e 38 maiores de 60 anos.

A assistência clínica e psicológica foi feita em nove pólos do SAMVIS, localizados nas cidades de Teresina (5.334 atendimentos), Parnaíba (566), Bom Jesus (168), São Raimundo Nonato (153), Picos (409), Floriano (133), Corrente (38), Campo Maior (28) e Pedro II (1).

O Samvis é um serviço do Estado de atendimento às mulheres vítimas de violência. Ao dar entrada no Samvis, a mulher tem direito a tratamento psicológico, social e médico, além de ser encaminhada para oficinas profissionalizantes. Além de Teresina, há unidades do Samvis nas cidades de Parnaíba, Picos, Floriano, Bom Jesus, São Raimundo Nonato e Corrente.

A quantidade de casos de violência contra mulher no Piauí é alarmante. De acordo com dados Samvis, que funciona na Maternidade Dona Evangelina Rosa, são registrados, por mês, 40 estupros no Estado. Uma média de 480 casos por ano.

Em 2016, foram 484 atendimentos no Samvis. Desse total, 89% das vítimas tinham menos de 18 anos; 20,4% até 7 anos; 49,2% de 8 a 13 anos; 30,4% de 14 a 18 anos. Cerca de 51% aconteceram em Teresina. Em 56,2% dos casos, o agressor era conhecido da vítima; 21% era pai/padrasto; 12% familiar e 10,8% desconhecido.

Um levantamento realizado pela Secretaria de Segurança Pública, no período de maio de 2015 a agosto de 2016, mostra que foram registradas 84 mortes de mulheres no Piauí, cerca de 50 delas tipificadas como feminicídio.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto