Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Acusada de envenenar cachorros é presa pela Polícia Civil em Teresina

A Polícia Civil do Piauí cumpriu mandados de busca e apreensão em dois endereços e apreendeu o veneno, que é proibido no Brasil.

Compartilhe

O caso de envenenamento de um cachorro de uma protetora de animais em Teresina causou revolta nos últimos dias nas redes sociais entre os internautas. A estudante de medicina veterinária, Thanandra Sarapatinhas, teve um de seus animais, uma cadela chamada de 'Chica', morta por veneno. Uma mulher, identificada apenas por “Creusa”, seria a responsável pelo crime e acabou presa nesta sexta-feira (21) e está sendo encaminhada à Central de Flagrantes de Teresina, segundo a protetora. Outros dois animais foram mortos da mesma maneira. O caso ganhou repercussão nacional.

Em suas redes sociais, ela explicou que foi encontrado veneno na casa da acusada. A Polícia Civil do Piauí cumpriu mandados de busca e apreensão em dois endereços e apreendeu o material, que é proibido no Brasil. As buscas foram realizadas na zona sudeste de Teresina e na zona rural, após a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente ter representado ao Poder Judiciário durante investigação de crime de maus tratos a animais.






Ver essa foto no Instagram









É um absurdo o que aconteceu hoje com a @thanandra.sarapatinhas7 . Mais dois cachorros foram envenenados e infelizmente nada ainda foi feito. Temos poucos representantes que se importam com a causa animal e isso precisa mudar, para darmos mais espaço aos nossos bichinhos e conseguirmos mais leis que os protejam. Se você suspeitar de envenenamento proposital, saiba que existem leis para punir este tipo de comportamento. O artigo 32 da Lei 9605/98 (Lei de Crimes Ambientais) prevê a detenção de três meses a um ano, além de multa, para quem "praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar qualquer tipo de animal." Por isso, nunca deixe de denunciar situações como essa. Além disso, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) também possui um serviço para a população e os profissionais de saúde para tirar dúvidas e fazer denúncias relacionadas a intoxicações.

Uma publicação compartilhada por  VICTOR LINHARES (@vlinhares) em


“Encontraram o veneno. Não estou ficando doida, para quem estava achando que eu tava querendo mídia essas coisas. Enfim gente, eu estou muito feliz. Ela está sendo presa. Não sei nem o que falar”, disse em um vídeo publicado em sua conta no Instagram. Muitos seguidores que acompanharam o caso comentaram no post dando apoio à Thanandra e agradecendo que a justiça está sendo feita pelo crime bárbaro contra seus animais. 

Assista: 


Existem leis para punir este tipo de comportamento. O artigo 32 da Lei 9605/98 (Lei de Crimes Ambientais) prevê a detenção de três meses a um ano, além de multa, para quem "praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar qualquer tipo de animal. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) também possui um serviço para a população e os profissionais de saúde para tirar dúvidas e fazer denúncias relacionadas a intoxicações.

"Cães foram envenenados e a tutora representou criminalmente. Nós já havíamos feito autuações anteriores e, na última quarta-feira, mais um animal foi supostamente envenenado. Ontem os mandados de   busca foram expedidos e na tarde de hoje (21) cumprimos com  o apoio da Perícia Criminal, da Gerência de Polícia Especializada, da Core (Greco) e Ascom" , explica a delegada Titular da DPMA, Edenilza Viana.

Delegada Edenilza Viana (Divulgação)

A proprietária da residência e acusada do crime foi autuada em flagrante na Lei de Crimes Ambientais e o procedimento será encaminhado para a Justiça. "Nós da DPMA sempre damos resposta aos crimes que investigamos e seguimos cumprindo nosso papel constitucional, como manda a Lei. Quero parabenizar todos da DPMA, os investigadores mesmo nessa crise da Pandemia continuaram com o trabalho incessantemente", explica a delegada. 




Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar