Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Acusado de matar Lorrany Thalya é condenado a 20 anos de prisão

Muito emocionada, a mãe da vítima, Maria da Cruz contou em entrevista à Rede Meio Norte, que o acusado de matar sua filha foi condenado com a pena máxima e agradeceu a Deus e a Justiça pela condenação.

Compartilhe

Na tarde desta terça-feira (17), o Tribunal Popular do Júri condenou Antuniel Alves de Sousa a 20 anos de prisão em regime fechado sem direito a recorrer em liberdade pelo crime de homicídio triplamente qualificado contra a jovem Lorrany Thalya dos Santos Costa, de 22 anos, morta a facadas em maio de 2019, dentro de um apartamento no bairro Torquato Neto, zona Sul de Teresina.

Lorrany Thalya e Antuniel  Alves de Sousa Foto: Divulgação 

Muito emocionada, a mãe da vítima, Maria da Cruz contou em entrevista à Rede Meio Norte, que o acusado de matar sua filha foi condenado com a pena máxima e agradeceu a Deus e a Justiça pela condenação.

"Eles deram a pena máxima de 20 anos, era para ser 17 anos e 2 meses, mas como a porta do quarto estava fechada foi para pena máxima, que foi mais um agravante. A porta do quarto estava fechada e não tinha como ela sair do quarto. Foi um dia difícil para gente aguentar, não queríamos vingança, queríamos   justiça do homem de Deus, e foi feita em homenagem a ela hoje eu agradeço a Deus e a justiça dos homens." declarou Maria da Cruz.

Familiares de Lorrany Thalya pediram justiça pela morte da jovem  - Foto: Ivan Lima / Meio Norte

Segundo o promotor de justiça  João Malato Neto, o Conselho de Sentença acatou por completo a tese do Ministério Público do Piauí - MP-PI e o juiz Sandro Francisco Rodrigues, da 2ª Vara do Tribunal Popular do Júri condenou o réu pelo crime de homicídio triplamente qualificado e negou o direito de recorrer em liberdade.

"O Conselho de Sentença de Teresina acatou na íntegra a tese do Ministério Público na prática de homicídio triplamente qualificado por motivo fútil no emprego de meio cruel e utilizando de recursos que impossibilitou a defesa da vítima na morte da Lorrany feita pelo Antuniel no dia 03 de maio de 2019. O juiz presidente Dr. Sandro dosou a pena no patamar de 20 anos de prisão em regime fechado  e negou o direito de recorrer em liberdade. Ele já saiu daqui preso para cumprir a pena na penitenciária." declarou o promotor 

Familiares de Lorrany Thalya pediram justiça pela morte da jovem  - Foto: Ivan Lima / Meio Norte


Entenda o caso

Lorrany Thalia dos Santos Costa, de 22 anos, foi assassinada, na noite de sexta-feira (03 de maio de 2019), às 19h, dentro de um apartamento no Residencial Torquato Neto IV, na zona Sul de Teresina.

Ela foi assassinada com inúmeros golpes de faca, segundo a investigação. O suspeito pelo feminicídio é seu companheiro, Antuniel Alves de Sousa, que a matou após uma discussão. Os vizinhos informaram que o casal vinha discutindo muito na última semana. Lorrany Thalia foi golpeada pelo companheiro  no rosto, no tórax e nas costas.



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar