Adapi pretende vacinar mais de 1,5 milhão de bovinos contra Aftosa

A vacinação se estende durante todo o mês de maio

Durante todo o mês de maio será realizada a primeira etapa de 2017 da Vacinação Contra a Febre Aftosa no Piauí. Até o dia 31, a Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Piauí (Adapi), buscando a excelência da prevenção sanitária estadual, espera que todo o rebanho bovídeo piauiense, cerca de 1 milhão e 600 mil bovinos e bubalinos, seja vacinado pelos criadores.

"Estamos há 20 anos sem focos da doença no estado, obtendo bons índices vacinais a cada campanha. Precisamos manter esses números para partirmos gradualmente para a retirada da vacina", afirma o gerente de Defesa Animal da Adapi, Idilio Moura, que destaca a obrigatoriedade do criador em certificar a vacinação dos animais nos escritórios da agência, até o dia 15 de junho.

Desde a fundação da Adapi, no ano de 2006, foram vários os avanços na sanidade animal piauiense, como a mudança do status estadual, de risco desconhecido para área livre de febre aftosa com vacinação; a abertura para o mercado exportador e, inclusive, a certificação pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

Todos os resultados destacam a eficiência do trabalho de educação sanitária e a parceria junto aos criadores e produtores do Piauí, que, juntos, possibilitaram a elevação dos índices da cobertura vacinal no Piauí, de 71,26% na primeira etapa de 2006 para 90,7% na segunda etapa de 2016.

Brucelose

A agência ainda orienta aos criadores que aproveitem a concentração dos animais no período da campanha para já vacinar as bezerras, que têm entre 3 e 8 meses de idade, contra a brucelose.

Fonte: Portal MN
logomarca do portal meionorte..com