Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Agente denuncia esquema para preso fazer sexo em penitenciária de THE

Agentes penitenciários também denunciam um possível esquema, que alguém estaria recebendo cerca de R$ 15 mil para realizar a transferência do detento de uma penitenciária para outra.

Compartilhe
Google Whatsapp

Um detento conhecido como Rogério Matos Luz, vulgo “Batman” de 42 anos, natural do Paraná está sendo acusado de aliciar agentes penitenciários para conduzirem ele do Centro de Detenção do município de Altos para a Casa de Custódia de Teresina, para ter o direito de receber a visitas intimas. Ele foi preso em 2016 durante a operação Forasteiros, em Teresina. No mesmo ano ele perdeu uma das mãos ao manipular explosivos.

Segundo informações do vice-presidente do SINPOLJUSPI - Sindicato dos Policiais Civis Penitenciários e Servidores da Secretaria de Justiça do Piauí, Vilobaldo de Carvalho, no dia 19 de março, foi montado um aparato muito grande de segurança para trazer-lo para a Casa de Custódia, pois o Centro de Detenção de Altos não permite visita intima. 

Rogério Matos Luz, vulgo “Batman” - Foto: Divulgação/ Polícia Civil

“As informações que temos é que ele é um  preso extremamente perigoso, não é um preso do Piauí, já teve atuação em outros estados, líder de quadrilha e requer uma atenção permanente do Estado. Até porque isso demonstra que ele é um preso extremamente perigoso. Os agentes que escoltaram ele para a Casa de Custódia, achavam que ele seria removido para o Paraná e chegando em Teresina ficaram sabendo que na verdade era para uma visita intima, inclusive o chefe de plantão do dia foi bastante rigoroso com os procedimentos para a entrada e para ter acesso a visita intima.” Contou o vice-presidente do SINPOLJUSPI.

Ainda de acordo com informações do sindicato, os agentes penitenciários que foram acionados para escoltar 'Batman' de Altos para Teresina não sabiam qual o real motivo da 'transferência'. 

 “Ocorre que o que estranha e é inadmissível, imoral é inconcebível é que na Casa de Detenção de Altos onde ele está preso, não tem visita intima então não justifica em hipótese alguma que ele vá até a Casa de Custódia só para obter o beneficio de uma visita intima. Os agentes ficaram indignados, e com razão, porque os agentes se quer sabiam que esse era o objetivo de levar ele para a Casa de Custódia, isso é inaceitável, inadmissível e não pode acontecer.” Disse Vilobaldo de Carvalho.

Agentes penitenciários também denunciam um possível esquema, que alguém estaria recebendo cerca de R$ 15 mil para realizar a transferência do detento de uma penitenciária para outra.

“Batman” é conhecido da polícia desde a década de 90, agentes afirmaram que ele é integrante da facção PCC (Primeiro Comando da Capital) e suspeito de ser o líder de uma quadrilha especializada em roubos a caixas eletrônicos e carros-fortes, que agia no sul do país. Ele já foi preso diversas vezes e escapou da Colônia Penal Agrícola do Paraná (CPA) pelo menos em três oportunidades. 



Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×