Agricultor que teve 90% do corpo queimado não resiste e vai a óbito

Não se sabe se foi tentativa de homicídio ou acidente

O agricultor Raimundo Viana não resistiu e foi a óbito, no Hospital de Urgência de Teresina, onde estava sob cuidados intensivos. Ele teve 90% de área do corpo queimado na quarta-feira (4). A moto que ele conduzia ainda pegava fogo quando o socorro chegou.

Não se sabe se foi tentativa de homicídio ou acidente. O fato se deu nas proximidades do matadouro municipal, na estrada que dá acesso ao IFPI. Mesmo após investigações não há nada conclusivo sobre o caso.

A Polícia Militar informou que haviam alguas lesões no rosto da vítima e um corte no pescoço, o que pode ser indício de tentativa de homicídio qualificado.


Fonte: Com informações do Piripiri Reporter
logomarca do portal meionorte..com