Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Agronegócio garante alta de 5,3% no PIB do Maranhão

O segmento de agronegócio puxou o crescimento econômico no Maranhão

Agronegócio garante alta de 5,3% no PIB do Maranhão
Soja | Graziella BeHertzog
Compartilhe
Google Whatsapp

O Maranhão registrou alta de 5,3% no Produto Interno Bruto (PIB) em 2017, o 4º maior crescimento econômico em todo o país no período. Essa conjuntura foi favorecida pelo ambiente de incentivo, previsibilidade, segurança, transparência e desburocratização nos negócios, empreendidos pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), estimulando a atração de investimentos e as parcerias público-privadas.

Os dados, que foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta quinta-feira (14), apuraram que o segmento de agronegócio puxou o crescimento econômico no Maranhão. O estado está entre os quatro com maior influência do segmento, sobretudo com os cultivos de milho, algodão e soja. O Maranhão apresentou um dos melhores resultados no setor de serviços, com aumento de 4,1%. O resultado de 6,2% do comércio e reparação também foi determinante para o resultado.

À frente do Maranhão, com um PIB registrado no valor de R$ 89,5 milhões em 2017, só ficaram Rondônia (5,4%), Piauí (7,7%) e Mato Grosso (12,1%). No Nordeste, o Maranhão teve a segunda maior alta do PIB em 2017. O desempenho da economia maranhense também ficou bem acima da média nacional, que cresceu 1,3%.

Para o secretário da Seinc, Simplício Araújo, o índice mostra que não há agronegócio sem o fomento da indústria e não há crescimento sem a dissolução dos gargalos empresariais.

Simplício Araújo e técnicos da Seinc em visita às instalações da empresa Raízen, do ramo de tancagem (Foto: Arthur Costa)

“Fortalece um trabalho iniciado em 2015, onde focamos na garantia e na segurança às pessoas que querem investir no Maranhão. Além de uma mudança na dinâmica do ambiente de negócios, tornando-o extremamente republicano, democrático, respeitoso, de forma a contribuir com os investimentos privados”, frisou.

Os setores com destaque no crescimento do PIB fazem parte do catálogo de investimentos consolidados e estimulados pela Seinc voltados para o agronegócio nos setores portuário, fertilizantes, minério e de tancagem.

“O Maranhão está atraindo os empresários pelo ambiente seguro, parceria, apoio republicano, legislação e benefícios fiscais focados em segmentos econômicos e que viabilizam a implementação dos projetos e investimentos”, destaca Simplício Araújo.

Simplício Araújo também ressalta a participação especial dos negócios já instalados no Maranhão, que com investimentos e ajustes importantes garantiram a perenidade de suas operações e a manutenção e ampliação de postos de trabalho no estado.



Siga nosso canal no telegram
Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se