Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Alepi concederá anistia de multas e juros referentes ao IPVA de motos

A iniciativa incentiva o trânsito seguro no estado do Piauí

Compartilhe

A Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) aprovou, o projeto de lei 17/2019, que institui o Programa Fique Legal de Moto. A iniciativa do Executivo piauiense tem como objetivo estimular a segurança no trânsito e evitar acidentes, proporcionando ao motociclista a possibilidade de regularização, por meio de benefícios para pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e da taxa de licenciamento.

Segundo a lei, o programa concederá anistia total de multas e juros e remissão parcial de débitos fiscais relacionados ao IPVA para motos, cujo valor venal seja de até R$ 10 mil.

"O Programa Fique Legal de Moto traz diversos benefícios para a sociedade, dentre eles a segurança no trânsito, já que vai evitar que motoristas com irregularidades trafeguem. O programa busca regularizar a situação dos veículos com inadimplência e, consequentemente, também agregam valor para o contribuinte, que poderá transferir o veículo legalmente por meio do registro em cartório e órgãos públicos", afirma o superintendente da Receita Estadual, Emilio Júnior.

O Fique Legal de Moto funcionará da seguinte forma quanto ao IPVA:

- Ficam reduzidos em 50% os débitos referentes ao exercício de 2018;

- Ficam reduzidos ao valor de R$ 30 os débitos referentes a cada exercício anterior ao de 2018;

- Quando o débito lançado do IPVA for inferior ao valor R$ 30, será considerado o menor valor para efeito de pagamento do imposto.

Já em relação à taxa de licenciamento, exclusivamente para os beneficiários do programa, terá o valor de R$ 20 para cada exercício.

O alcance do programa fica limitado a um veículo por beneficiário, ainda que adquirido por meio de contrato de leasing ou outro instrumento congênere. Apenas o contribuinte pessoa física poderá aderir ao Fique Legal de Moto mediante as seguintes condições:

- Ser proprietário ou arrendatário do veículo e possuir permissão para dirigir ou Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na Categoria A, AB, AC, AD e AE;

- Quitação das multas de trânsito relacionadas ao veículo, independente da responsabilidade pelas infrações cometidas;

- Comparecimento perante o Departamento de Trânsito do Estado do Piauí (Detran/PI), a partir da data da publicação desta lei até 20 de dezembro de 2019.

Segundo a lei, o programa não alcança o seguro DPVAT, que possui regulação federal.

O Detran e a Secretaria de Fazenda do Piauí (Sefaz-PI) vão compatibilizar seus sistemas corporativos para atender as necessidades do programa.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar