Nesta terça-feira (30), a partir das 8 horas, o Salão Nobre Francisca Trindade, na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), será utilizado para uma campanha de doação de sangue. Por iniciativa do deputado Franzé Silva (PT), os parlamentares aprovaram a coleta que será feita por equipes do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí (Hemopi).  “A ideia, amanhã, é que os servidores, tanto os efetivos, quanto os que estão nos gabinetes, os deputados, os jornalistas, possam fazer esse ato de solidariedade e seja uma simbologia para toda a sociedade”, disse Franzé Silva. 

Para haver um número significativo de coletas, a equipe do Hemopi montou uma estrutura com 12 cadeiras que ficará disponível até as 14 horas. A organização será parecida com a que há no hemocentro e seguirá todos os critérios sanitários que uma ação externa exige. A campanha acontece em um período crítico para o Hemopi. Além da redução das doações por causa da pandemia, o fim de ano tem, historicamente, uma baixa no estoque de sangue do hospital. “Sempre, no final do ano, há uma baixa no estoque de sangue no Hemopi. Sabemos da dificuldade que é. Nas festas de final de ano, mesmo com a pandemia, não deixa de ter festa, não deixa ter a possibilidade de acidentes”, reforçou o deputado durante a sessão plenária desta segunda-feira (29).

Foto: Divulgação/AlepiFoto: Divulgação/Alepi

Existem alguns critérios para que o sangue do doador possa ser coletado. Ele precisa estar em boas condições de saúde, sem sintomas de gripe ou resfriado, ter dormido pelo menos seis horas na noite anterior à doação e estar alimentado, mas evitando comidas gordurosas nas quatro horas anteriores à coleta. Pessoas que tenham entre 16 e 69 anos podem doar, mas menores de 18 anos precisam ter autorização dos responsáveis via termo de consentimento. Aqueles que têm, ou já tiveram, doenças como hepatite, câncer, HIV e doença de Chagas também não podem doar.

Ter tido Covid-19 não impede a doação, basta ter recebido alta clínica há, pelo menos, 30 dias. Vacinados contra o coronavírus também podem doar, desde que, tenham passado 48 horas da vacinação com Coronavac, ou sete dias da aplicação com imunizantes de outras marcas.