Alepi tem cerca de ferro para impedir acesso de manifestantes

Nesta segunda, deputados vão votar a Ped dos Gastos

A presidência da Assembleia Legislativa instalou cerca de ferro de 1 metro de altura em torno da sede do parlamento para evitar que sindicalistas e manifestantes contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) dos gastos entrem na área do plenário.

Nesta segunda-feira, deputados estaduais vão votar a PEC dos Gastos que prevê a vinculação do aumento de gastos e reajustes salariais de servidores públicos ao aumento de 10% dos investimentos em relação a receita corrente líquida do estado.

O vice-presidente dos sindicado dos agentes penitenciários e servidores administrativos da secretaria estaduais de justiça e segurança pública (Sinpoljuspi), Kleiton Holanda disse que a entidades dos servidores vão solicitar ao procurador geral da república, Rodrigo Jatot que peça o afastamento do cargo do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themistocles Sampaio Filho (PMDB) porque ele foi denunciado a Justiça Federal pelo Procurador da República no Piauí, Kelston Lages por improbidade administrativo no caso de suposto desvio de dinheiro público na construção de penitenciárias do Piauí quando era secretário estadual de justiça.

O presidente do Sindicato dos policiais civis do estado do Piauí, Constantino Júnior declarou que Themistocles Filho também foi denunciado no Ministério Público estadual por nepotismo por ter nomeado sua mulher para dirigir a rádio da assembleia legislativa.

“Ele (Themnistocles Filho) é o dono do Piauí, agora colocou cerca para impedir que os manifestantes tenham acesso a assembleia legislativa. Estamos em estado de sitio”, declarou Costantino Junnior.

Os manifestantes estão o prédio da Assembleia e o centro de Convenções, mas não tiveram acesso a Alepi.

Fonte: Com informações do Efrem Ribeiro
logomarca do portal meionorte..com