Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Apelo por reforma agrária marca o Grito da Terra em Teresina

agricultor se juntou a mais 1.500 trabalhadores rurais do Estado na marcha do Grito da TerrA

Apelo por reforma agrária marca o Grito da Terra em Teresina
Apelo por reforma agrária marca o Grito da Terra em Teresina | jmn
Compartilhe

As m?os calejadas do agricultor Gon?alo Bispo de Oliveira, de 78 anos, mostram que o dia-a-dia na ro?a n?o ? f?cil. No munic?pio de Demerval

Lob?o, onde mora, para sustentar seus 14 filhos sempre foi um desafio ?levantar e pegar a enxada cedo?. Ele lembra que agricultor nunca ?tinha vez e que era preciso ro?ar muito se quisesse conseguir um peda?o de ch?o? e viver com dignidade. E foram justamente essas dificuldades que fizeram Seu Gon?alo acordar cedo e vir a Teresina.

Ontem, o agricultor se juntou a mais 1.500 trabalhadores rurais do Estado na marcha do Grito da Terra Brasil. Formando um mar vermelho e com a bandeira dos sindicatos rurais em punho, homens e mulheres do campo

sa?ram enfileirados pela Avenida Frei Serafim rumo ao Pal?cio de Karnak, onde entregaram uma pauta de 35 itens que tratam de problemas emergenciais e estruturais no meio rural, especialmente pol?ticas mais efetivas para a realiza??o da reforma agr?ria no Estado. Caravanas

de 190 munic?pios estiveram presentes na caminhada feita sob o sol forte

da capital. Afinal, como gritavam os trabalhadores: ?Essa luta n?o ? f?cil, mas vai ter que acontecer?.

Os trabalhadores denunciaram o uso eleitoreiro do Programa Compra Direta em v?rios munic?pios do Estado. O programa ? desenvolvido pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). O Programa adquire de pequenos agricultores sua produ??o e destina para entidades comunit?rias, como associa?es.

?No munic?pio de Amarante, o programa n?o est? andando como deve ser.

L?, o Compra Direta tem se tornado muito pol?tico, muito eleitoreiro?, ressaltou Evandro Luz, presidente da Federa??o dos Trabalhadores em Agricultura (Fetag). Luz explicou que para a melhoria de vida no meio rural

? preciso que o Estado tenha um levantamento completo das terras devolutas para que sejam destinadas ? reforma agr?ria. Segundo ele, no territ?rio piauiense existem cerca de 4,5 milh?es de hectares a serem utilizados na agricultura familiar. ?Mas hoje essas terras est?o nas m?os

dos grileiros e o Estado simplesmente n?o tem controle sobre essa realidade. Enquanto isso, fam?lias agricultoras est?o sendo expulsas do campo, por causa do capital. Tem gente passando fome onde tem terra agricult?vel?, reclamou.

De acordo com a Fetag, 90% da produ??o de alimentos no Piau? ? oriunda da agricultura familiar. Mesmo assim, Evandro Luz destacou que ainda n?o h? incentivo suficiente para que ospiauienses permane?am no

campo e qualifiquem sua produ??o. Na pauta do Grito da Terra a instala??o de escrit?rios locais do Emater, com infra-estrutura operacional

m?nima que possa garantir assist?ncia t?cnica permanente, continuidade

?s Campanhas Educativas de Combate ao Trabalho Escravo, cria??o de Delegacias do Idoso nas cidades p?los como: Corrente, Bom Jesus, Floriano, S?o Raimundo Nonato, Simpl?cio Mendes, Parna?ba e Picos.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar