Após Piauí, cidade de Minas registra caso de bombons envenenados

Um caso em Teresina e Alegrete do Piauí estão sendo investigados.

Na cidade de Monte Carmelo, no Alto Paranaíba, em Minas Gerais, dois irmãos de três e oito anos foram internados após comerem bombons envenenados. De acordo com a Polícia Militar, as balas estavam adulteradas com chumbinho - veneno usado para exterminar ratos. 

O major Marcos Vinícius Lima, da Polícia Militar de Monte Camelo, informou os bombons foram deixados próximo da residência das crianças. "Próximo à casa onde os meninos moram tem uma estrada de terra que dá passagem entre bairros. Esta estrada é bem movimentada e é comum crianças brincarem perto das residências. Infelizmente tinha algumas balas no chão e os irmãos comeram algumas e passaram mal. Chegamos a apreender algumas balas no local", afirmou. 

Os pais, ao perceber que os meninos estavam passando mal, os levaram para o Pronto Socorro Municipal, onde foi constatado o envenenamento.  Segundo a polícia, ainda não há pistas sobre os suspeitos. 

Bombons estavam com veneno (Crédito: Pronto Socorro de Monte Carmelo)
Bombons estavam com veneno (Crédito: Pronto Socorro de Monte Carmelo)


Casos semelhantes

Um adolescente de 11 anos de iniciais F. J. C. teria sido envenenado após comer um bombom. A criança estuda em uma escola localizada no bairro Planalto Ininga na zona Leste de Teresina, que fica a poucos metros da residência onde ele mora. Sonolência, fraqueza, choro, desmaios e ataques constantes foram as principais consequências sofridas pelo menor. 

O garoto foi atendido e teve alta. A família está desesperada e pede Justiça já que segundo a mãe, é a segunda vez que a criança passa mal após aceitar balas do mesmo desconhecido. “Ele dorme todo tempo, acorda, bebe água e come alguma coisa e depois dorme. O que eu sinto é raiva que fizeram isso com meu filho, eu queria estar no lugar dele. Eu quero Justiça”, relatou a mãe da criança. 

O caso está sendo investigado pela delegada titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), Luana Alves,

Uma menina de 8 anos de iniciais A.C.C.A, passou mal e teve que ser transferida para o Hospital Regional Justino Luz, na cidade de Picos, após ingerir um bombom de chocolate na escola onde estuda em Alegrete do Piauí, cidade localizada a 383 km de Teresina. 

A criança recebeu atendimento médico e está fora de perigo. O delegado de Polícia Civil Everton Férrer está à frente do caso. 

Moradores da rua Nicinha, no bairro Vila Bandeirantes I, zona Leste da Capital, acordaram assustados na quarta-feira (26/04), ao se depararem com um caminhão de brinquedo cheio de bombons armazenados na sua carroceria  e cobertos por um plástico-filme.





Fonte: Portal Meio Norte/ Com informações do G1