Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Após sofrer com mal de Parkinson, ator Cecil Thiré morre aos 77 anos

Ele é lembrado por papéis como Mário Liberato, de "Roda de Fogo" (1986), e Adalberto, de "A Próxima Vítima" (1995). Seu último trabalho na televisão foi na novela "Máscaras" (2012), como Eduardo Sotero.

Compartilhe

O ator e diretor Cecil Thiré morreu hoje aos 77 anos, de causas naturais enquanto dormia em sua casa em Humaitá, no Rio de Janeiro. As informações foram confirmadas por filhos do ator. 

O artista, filho da atriz Tônia Carrero e do artista plástico Carlos Arthur Thiré, enfrentava o mal de Parkinson havia anos e estava com a saúde debilitada.

"Ele merecia ter o velório mais lindo do mundo, cercado de gente que ele ama, que o amou a vida toda. Papai foi um guerreiro. Lutou pela democracia, pela arte, lutou pelo teatro. Teve quatro filhos, sete netos e foi um guerreiro até o último minuto. Se existe um céu, ele e minha avó estão juntos agora", disse a filha do ator Luisa Thiré.

Ator e diretor Cecil Thiré 

O ator estreou em telenovelas em 1967, em "Angústia de Amar (TV Tupi) e desde então atuou em folhetins na TV Globo, na Rede Manchete e na Record TV.

Ele é lembrado por papéis como Mário Liberato, de "Roda de Fogo" (1986), e Adalberto, de "A Próxima Vítima" (1995). Seu último trabalho na televisão foi na novela "Máscaras" (2012), como Eduardo Sotero.

Cecil deixa os filhos Miguel Thiré, Carlos Thiré e Luísa Thiré, do casamento com Norma Pesce, e João Cavalcanti Thiré, do segundo casamento, com Carolina Cavalcanti.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar