Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

"Assassino do Twitter" ganha sentença de morte no Japão

Takahiro Shiraishi admitiu que matou e esquartejou oito mulheres e um homem.

Compartilhe

Um japonês de 30 anos, conhecido como o "assassino do Twitter", foi condenado à morte nesta terça-feira (15) por um tribunal de Tóquio pelo assassinato de nove pessoas que conheceu pela internet. Durante o julgamento, Takahiro Shiraishi admitiu que matou e esquartejou oito mulheres e um homem, com idades entre 15 e 26 anos. As informações são do G1.

Os advogados de Shirashi solicitaram a pena de prisão perpétua, alegando que ele não deveria receber a pena de morte porque as vítimas, que expressavam tendências suicidas nas redes sociais, teriam dado consentimento para os assassinatos.

Mas a alegação, que foi rebatida pelo próprio acusado, foi rejeitada pelo tribunal. "Nenhuma das nove vítimas consentiu em ser assassinada, incluindo consentimento silencioso", afirmou o juiz, de acordo com o canal de televisão público NHK.

Imagem de novembro de 2017 mostra Takahiro Shiraishi num carro da polícia japonesa — Foto: Reuters/Kyodo 

O magistrado classificou os atos como "extremamente graves" e considerou que a "dignidade" das vítimas foi "pisoteada".

Shiraishi conquistava a atenção das vítimas no Twitter. Ele afirmava que poderia ajudá-las a concretizar seus planos suicidas e até mesmo morrer ao lado delas.

Shiraishi também foi julgado por ter esquartejado as vítimas e armazenado os restos mortais em geladeiras em seu pequeno apartamento de Zama, um subúrbio ao sudoeste de Tóquio.

Policiais se reúnem em frente a apartamento onde polícia encontrou partes de corpos — Foto: Toru Yamanaka / AFP 

Em 31 de outubro de 2017, a polícia encontrou 240 pedaços de corpos humanos armazenados em geladeiras ou caixas de ferramentas cobertas com areia para gatos em uma tentativa de disfarçar o odor.

A última execução no Japão - de um chinês que matou quatro pessoas da mesma família em 2003 - aconteceu há um ano.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar