A Avenida Marechal Castelo Branco, em Teresina, será interditada a partir das 5h30 da manhã desta quarta-feira (07) para o Desfile Cívico-Militar em homenagem aos 200 anos da Independência do Brasil. 

Segundo a Prefeitura de Teresina, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) vai bloquear a avenida no trecho que compreende a rotatória da curva do Centro de Educação Profissional da Polícia Militar do Piauí (CEP/PM/PI) até o trecho da avenida Marechal Castelo Branco que fica debaixo da Ponte Estaiada. 

Desfile de 7 de Setembro deve iniciar às 7h, na Avenida Marechal Castelo Branco | FOTO: ReproduçãoDesfile de 7 de Setembro deve iniciar às 7h, na Avenida Marechal Castelo Branco | FOTO: Reprodução

Os acessos das alças das pontes da Frei Serafim e Ponte Estaiada estarão bloqueados, mas as pontes estarão liberadas ao tráfego de veículos.

A gerente de Operação e Fiscalização de Trânsito da Strans, Carla Sales, explica que os condutores devem procurar rotas alternativas nesta região.

“Os motoristas podem acessar as avenidas Frei Serafim e Miguel Rosa e as ruas Goiás e Pinel, como rota alternativa. A via estará interditada devido a grande quantidade de escolas e outros órgãos que participam do desfile. Para dar mais segurança e viabilizar o evento iremos bloquear a via”, disse a gerente.

Segundo a STRANS, a via será liberada por volta de 12h, previsão do término do Desfile Cívico de 7 de Setembro.

Evento retorna após 2 anos suspenso

O evento volta a movimentar a cidade após 2 edições suspensas, por conta das restrições sanitárias impostas pela Covid -19. O evento está previsto para iniciar às 7h, com a presença de autoridades. Pelo menos 34 instituições civis e militares já confirmaram presença no evento, entre elas PM, PC, PRF, PF, Exército Brasileiro (EB), Corpo de Bombeiros (CB) e Guarda Municipal (GCM). A Polícia Militar está à frente da organização.

O desfile será organizado em cinco grupamentos. O primeiro deles vai reunir pessoas com deficiência, artistas, maçons, e adolescentes atendidos pelo Pelotão Mirim.

A pedido da governadora Regina Sousa será garantido espaço para apresentação de grupos culturais e folclóricos.