Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Bazar beneficente continua até domingo

Bazar solidário com produtos apreendidos pela Receita Federal, realizado pelo Ceir, em parceria com a Fundação Nossa Senhora da Paz, iniciou ontem (08) e vai até domingo (10).

Compartilhe
Google Whatsapp

Começaram na manhã de sexta-feira (08), as vendas dos produtos apreendidos pela Receita Federal. Milhares de teresinenses ficaram em uma enorme fila aguardando o momento de escolher os produtos. O bazar acontece no Centro Integrado de Reabilitação (Ceir), na Avenida Higino Cunha, no bairro Ilhotas e segue até o domingo (10). 

Crédito: Raíssa Morais

Cerca de 40 mil produtos foram disponibilizados para a venda, a exemplo de eletrônicos, brinquedos, acessórios, artigos de vestuário, pesca, decoração, eletrodomésticos, equipamentos automotivos, esportivos, entre outros.

Conforme a Receita Federal, os produtos foram recolhidos em apreensões sobretudo nas fronteiras do Brasil. "A Receita procura dar uma destinação útil naquilo que foi objeto de apreensão e as entidades realizam o bazar ampliando suas capacidades para realizar o objeto social que elas idealizam”, disse Eudimar Alves, delegado da Receita Federal no Piauí. 

Para o bazar, foi destinada uma carreta para dividir entre duas entidades, com o valor total dos produtos avaliado em R$ 1,1 milhão. "Nesse caso, as mercadorias foram retiradas em Foz do Iguaçu e removidas pela entidade e a partir disso elas comercializam podendo arrecadar um valor para investir em suas instituições", detalha Eudimar. 

Crédito: Raíssa Morais

No meio da enorme fila, a dona de casa Maria Marlene esperava comprar brinquedos, mantas e um celular. “Cheguei às 3h da madrugada e quero encontrar os preços mais acessíveis. Vale a pena esperar”, disse. 

Vendedores ambulantes de alimentos e água logo aproveitaram para atender a multidão na fila. Para suportar a espera, o professor Marcelino Valter começou a vender água enquanto sua vez não chegava. “Teve gente que furou fila, que trocou de lugar com outra e aproveitei para gerar uma renda”, explica.

Para entrar no bazar solidário do Ceir, realizado em parceria com a Fundação Nossa Senhora da Paz,  o cliente paga uma taxa de R$ 5,00, que dará direito a uma pulseira de acesso. O visitante tem um tempo máximo de 30 minutos para realizar suas compras.

Os produtos mais procurados foram os eletrônicos. Desde às 6 da manhã o editor de vídeos Carlos Daniel aguardava para adquirir esses itens. "Estou com expectativa para que o preço seja em conta e espero que a espera valha a pena”, fala.

"A arrecadação beneficiará duas prioridades: a melhoria do espaço do projeto Judô Cidadão, que atende 100 crianças e jovens; e a reforma do auditório e espaços de uso coletivo da instituição, além de outros projetos esportivos e sociais", disse Rubens Dantas, diretor de projetos da Fundação Nossa Senhora da Paz.


Siga nosso canal no telegram
Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto