Um bebê de apenas dois meses veio a óbito em sua residência no residencial Boa Esperança, região urbana de José de Freitas durante a madrugada.

Segundo informações, Francisca,  mãe do pequeno Arthur teria colocado o recém nascido para mamar, em seguida dormiu com o filho no peito. Quando acordou, o bebê estava se engasgando e passando mal.

Desesperada, a mãe levou o filho para o Hospital Nossa Senhora do Livramento, no município de José de Freitas, onde já teria chegado sem vida. O médico de plantão que atendeu a criança evitou expedir um laudo preliminar, deixando a cargo do Instituto Médico Legal, para onde o recém nascido foi levado.

O IML expediu um laudo cadavérico, onde consta que Arthur morreu asfixiado com o leite da própria mãe, fato que chocou a população, sobretudo familiares da criança que estão desolados com a fatalidade.

Arthur se engasgou com o leite da mãe  (Crédito: Reprodução/Revista Opinião)
Arthur se engasgou com o leite da mãe (Crédito: Reprodução/Revista Opinião)

Local onde a família mora (Crédito: Reprodução/Revista Opinião)
Local onde a família mora (Crédito: Reprodução/Revista Opinião)