Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Black Friday: os preços realmente sobem antes? Confira!

Dos cinco anos pesquisados, houve aumento de preços no e-commerce

Black Friday: os preços realmente sobem antes? Confira!
1 | Reprodução
Compartilhe
Google Whatsapp

O final do ano se aproxima e é comum nessa época do ano surgir o tema de fraudes em promoções, que sugerem que lojas online aumentem os preços de seus produtos antes de eventos como o Black Friday. Mas o levantamento realizado pelo O método de comparação se baseou na variação desse índice no mês dos eventos e no mês imediatamente anterior, a fim de identificar se houve aumentos propositais para produzir descontos artificiais nas datas de interesse, o que é possível observar que na maior parte dos anos não ocorreu. Os resultados podem ser vistos abaixo:

 class=

Para Maria Fernanda Antunes Junqueira, CEO do Global Savings Group no Brasil, o aumento de preços ocorreu em alguns eventos, mas está longe de ser generalizado: “Nos anos em que houve o aumento de preços antes de eventos, 2013 e 2015, também houve forte alta da inflação, com o IPCA de, respectivamente, cerca de 6% e 11%. É natural que isso seja refletido nos preços do e-commerce de alguma forma.”

 Ela reconhece, no entanto, que algumas lojas podem aproveitar o frenesi da Black Friday para dar descontos artificiais, o que motivou o cunho do termo “Black Fraude”. “De fato, algumas lojas podem aumentar seus preços antes da Black Friday para diminui-los no dia do evento, mas vemos pelos números da FIPE/Buscapé que isso não é regra para todo o e-commerce. Além disso, esse tipo de prática vem diminuindo com o tempo devido à facilidade para se fazer denúncias online, à exposição da chamada “Black Fraude” e ao maior controle social. Além disso, marcas sérias têm se preocupado cada vez mais com isso, pois não querem ter seu nome associado a fraudes e enganação.”. Maria Fernanda também sugere que o consumidor tome alguns cuidados antes de fazer compras. “É importante que os consumidores pesquisem os preços antes da Black Friday e comparem preços entre lojas na data de compra”.

 Segundo a ABComm, a expectativa é de que a Black Friday renda R$ 2,5 bilhões ao e-commerce, um aumento de 18% se comparado a 2016. O Global Savings Group está presente em mais de 25 países atuando com plataformas de descontos online.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Carregar os comentários (0)

comentários

fechar comentários
Nenhum comentário feito até o momento

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto