Black Friday: Reclame Aqui registra 651 queixas na madrugada

Os principais motivos de reclamações foram sobre propagada enganosa

O site Reclame Aqui registrou 651 reclamações de consumidores sobre a Black Friday das 18h de quinta-feira até as 5h30 desta sexta, 24. A faixa horária com mais queixas foi a da meia-noite até 1 da manhã, com 90 ocorrências.

Os principais motivos de reclamações registrados até agora foram sobre propaganda enganosa, divergência de valores e problemas na finalização da compra. Os produtos que registraram mais queixas na hora da compra foram os samartphones e os aparelhos de TV.

A loja online do Magazine Luiza é o que tem o maior número: até as 8h, foram 74 registros. Uma das queixas comuns, de acordo com o monitoramento do Reclame Aqui, é um problema técnico no site da loja.

De acordo com o relato de uma consumidora, a plataforma não completava a compra. O site da Fast Shop caiu pouco depois da meia-noite desta sexta-feira, dia 24, e pediu calma aos usuários. "Ops, tem muita gente por aqui!", dizia a mensagem. O site garantia que o consumidor já estava na fila de espera, e não havia a necessidade de atualizar a página.

O site Kabum foi o segundo com o maior registro de queixas, até as 8h, já contabilizava 40 reclamações, seguido pela Americanas.com, com 27, Netshoes, 23, lojas físicas do Extra, 21 registros, site da Casas Bahia com 13 queixas, assim como o site do Submarino que já haviam 13 reclamações segundo o Reclame Aqui.

Em sétimo lugar no Reclame Aqui, estava o online do Walmart, com 12 reclamações, seguido do marketplace da Americanas.com e Extra.com que receberam 11 queixas nas primeiras horas de desconto.


Fonte: Com informações da Veja
logomarca do portal meionorte..com