Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Acesse a versão para celular

Bombeiros reforçam combate a incêndios no segundo semestre

As altas temperaturas e o clima seco elevam o número de incêndios

Compartilhe
Google Whatsapp

O Corpo de Bombeiros do Piauí se prepara para reforçar as ações de combate a incêndios a partir do segundo semestre do ano, período em que é registrado o maior número de ocorrências de queimadas. Isso se deve ao aumento da temperatura e a baixa umidade do ar, que fazem crescer os focos de incêndios, sendo intensificados ainda mais pela ação humana.

Nesse sentido, o Corpo de Bombeiros trabalha com as “Operações Planejadas”. “São ações estratégicas para que possamos combater com mais eficácia as ocorrências. Nesse período, costumamos atender cerca de 10 casos, mas apesar do alto número, temos conseguido realizar um bom trabalho, contendo o fogo sem deixar que se espalhe pelas áreas ao redor”, destacou o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, cel. Carlos Frederico.

As altas temperaturas e o clima seco elevam o número de incêndios no período (Crédito: Reprodução)
As altas temperaturas e o clima seco elevam o número de incêndios no período (Crédito: Reprodução)

A aquisição de novos equipamentos e expansão de batalhões por cidades polos do estado, como Floriano, Picos Teresina e Parnaíba, tem permitido aos bombeiros um maior poder de reação frente aos incêndios.

“Estamos liberando mais recursos para o combate a esses incêndios. Desde 2015, trabalhamos na expansão dos batalhões, além de ampliar o trabalho com bombeiros voluntários, dispondo de equipamentos para que a sociedade civil possa ajudar. Isso tem permitido bons resultados”, destaca o governador.

É importante frisar que a população pode auxiliar no combate aos incêndios evitando práticas como queimar o lixo, atear fogo em terrenos e jogar bitucas de cigarro acesas.

“Além de danos ambientais, como o aumento da temperatura, agressão ao solo, plantas e animais, os incêndios causam também problemas respiratórios à população e podem acarretar danos ao patrimônio público e privado”, atentou o cel. Drummond.

As ações para proteger a população contra as queimadas também é reforçada pelo Comitê Interinstitucional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais do Estado do Piauí. O Comitê é composto por vários órgãos estaduais e desenvolve estratégias de redução de desmatamento e incêndios nas florestas e matas.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Carregar os comentários (0)

comentários

fechar comentários
Nenhum comentário feito até o momento

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto