Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Brasileiro confessa ter assassinado miss trans a facadas

O crime aconteceu em Miami

Brasileiro confessa ter assassinado miss trans a facadas
Yunieski Carey Herrera foi assassinada a facadas no condomínio onde morava | Reprodução
Compartilhe

A polícia dos Estados Unidos prendeu o dançarino brasileiro Ygor Arruda Souza, de 27 anos. Ele confessou ter matado a esposa Yunieski Carey Herrera a facadas no apartamento do casal em Miami na terça-feira (17). Informações do site Terra

Yunieski Carey Herrera foi assassinada nesta semana a facadas no condomínio onde morava

De acordo com o canal de notícias WPLG, Ygor ligou para a polícia logo após cometer o crime e afirmou que “as drogas tinham arruinado sua vida” e que havia esfaqueado sua mulher. Yunieski, de 39 anos, era modelo e miss transgênero.

Conforme o depoimento do brasileiro, o casal discutiu após a mulher afirmar que “tinha arranjado um homem melhor” do que ele. Em seguida, relata Ygor, ele foi à cozinha, pegou uma faca e um garfo, empurrou Yunieski para fora da cama e a esfaqueou no chão.

Ainda segundo a mídia local, Ygor já havia sido preso em janeiro por três denúncias de agressão. Ele chegou a pagar fiança para responder pelos casos em liberdade. Agora, ele está detido sem fiança no Turner Guilford Knight Correctional Center.

Nascida em Cuba, Yunieski participou de diversos concursos de beleza nos últimos anos, sendo coroada Miss Heart of America Continental em 2017.



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar