Cachorro que estava à espera de dono em delegacia morre em Piripiri

O cão não resistiu aos sinais de depressão e veio a óbito

O cachorro que comoveu as redes sociais após ficar por semanas na porta da delegacia em Piripiri  (150 km de Teresina), à espera do seu dono, que foi preso e levado para o distrito da cidade, morreu por desnutrição já que recusava se alimentar sem a presença do seu dono. Os agentes da delegacia levaram o cachorro até uma clínica veterinária, contudo o cão vira-lata não resistiu aos sintomas característicos de depressão e veio a óbito na tarde de quarta-feira (12).

Ainda existem suspeitas de que o cão tenha adquirido carrapatos cujo os sintomas são fraqueza e perda de apetite, contudo a doença tem cura se for diagnosticada ainda no início. De acordo com o delegado titular, Ricardo Oliveira, o cão apareceu na 4º Delegacia Regional de Piripiri há pelo menos três semanas.

Tudo aconteceu quando a polícia realizou a prisão de alguns homens e os conduziram até a delegacia, desde então o animal não saiu da frente do local. Ainda segundo ele, sempre que os policiais chegam com novos detidos, o cão fica agitado, como se quisesse reencontrar o seu dono.

“Ele ficava sempre na espera na porta. O que nós sabemos é que ele apareceu quando chegamos com alguns presos. Mas todos eles já foram deslocados para o presídio de Esperantina, então não tem como identificarmos quem é o seu dono”, declarou o delegado.

Image title

Image title

Image title

Fonte: Portal Meio Norte